Sesa mantém suspensão de cirurgias eletivas no Paraná por mais 30 dias

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) divulgou resolução (355/2021) nesta quarta-feira (31), em que prorroga por mais 3..

Redação - 01 de abril de 2021, 16:37

Governo do Paraná Recebe Mais 102.500 Deses da Vacina do Covid-19. Foto: Ari Dias/AEN
Governo do Paraná Recebe Mais 102.500 Deses da Vacina do Covid-19. Foto: Ari Dias/AEN

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) divulgou resolução (355/2021) nesta quarta-feira (31), em que prorroga por mais 30 dias a suspensão das cirurgias eletivas em todo Paraná.

O principal objetivo dessa medida é otimizar o uso de medicamentos anestésicos e relaxantes musculares, assim como evitar maior ocupação nos leitos de UTI.

“Neste momento em que todo o País passa por dificuldades de aquisição de medicamentos e lotação de leitos de UTI, precisamos priorizar o atendimento que possui maior urgência, que é sem dúvidas os casos suspeitos e confirmados de coronavírus”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A resolução ainda pontua que a suspensão pode ser ampliada ou reduzida de acordo com o avanço da pandemia da Covid-19 no Paraná, assim como a disponibilidade de leitos e medicamentos.

Para auxiliar os hospitais do estado, a Sesa distribuiu nesta quinta-feira (1º), 108 mil medicamentos do kit intubação, essenciais para o internamento de pacientes com casos graves da Covid-19.

"Os procedimentos de cardiologia, oncologia e nefrologia, exames e procedimentos realizados em âmbito laboratorial de urgência ou emergência, continuarão ocorrendo. Estamos passando por um momento difícil e precisamos unir todos os esforços para combater a Covid-19, com o único propósito de salvar vidas”, finalizou o secretário.

LEIA MAIS: Março tem recordes de casos, mortes e internações por covid-19 no Paraná