Setembro termina como um dos meses mais secos da história de Maringá

Rosangela Gris, Metro Jornal MaringáSetembro deve terminar como um dos meses mais secos de 2016 em Maringá e também da s..

Fernando Garcel - 30 de setembro de 2016, 12:24

Rosangela Gris, Metro Jornal Maringá

Setembro deve terminar como um dos meses mais secos de 2016 em Maringá e também da série histórica. Este mês choveu 37 milímetros na cidade, o equivalente a 33% da média histórica para o período de 112 milímetros, segundo dados do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar).

O volume de chuva acumulado nos últimos 30 dias é bem inferior aos 60,6 milímetros registrados em junho deste ano. Na série histórica iniciada em 1999, este setembro aparece como o terceiro mais seco, atrás de 2007, com 16 milímetros, e de 2011, com 33 milímetros.

CapturarDesde o último dia 19, Maringá não recebe chuvas e de lá pra cá os dias têm sido de altas temperaturas e baixos índices de umidade relativa do ar. Na tarde de quinta-feira (29), os termômetros chegaram a 32,8° e, pela terceiro dia consecutivo, a cidade entrou em estado de atenção por causa da umidade de 23%, registrada por volta das 16 horas. Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), o índice ideal e de conforto para o cidadão é de 60%.

Desconforto

A principal recomendação da pneumologista Lilian Kuranishi para dias secos como os dessa semana é tomar bastante água para aliviar a irritação na garganta. Lavar as narinas com soro fisiológico ajuda a diminuir o desconforto no nariz. "Também é importante evitar atividade física, mesmo que em ambiente aberto, em horários mais quentes e com menos umidade", orienta a médica.

Outra parte do corpo bastante sensível a baixa umidade do ar são os olhos. "Quando o clima está mais seco, a lágrima que cobre a superfície do olho evapora mais rapidamente, deixando o olho seco. Com isso, a pessoa sente um desconforto, muitas vezes como se estivessem arranhando o olho. Para controlar essas situações é necessário o uso mais frequente de colírios", ensina o oftalmologista Rodrigo Oliveira. Ele também indica o uso de óculos de sol. Outra dica importante é deixar a casa sempre bem umidificada.