Setran quer multar mais o motorista curitibano

Jornalista Aroldo Murá volta a denunciar excesso de multas a motoristas em Curitiba. Veja matéria

Redação - 21 de julho de 2022, 16:51

Foto/Ogazeteiro
Foto/Ogazeteiro

 

Por Aroldo Murá

O jornalista Aroldo Murá confirma que nas  reuniões solicitadas pelo Sindicato da Guarda Municipal de Curitiba (SIGMUC)  e a Setran, ficou evidente que o secretário Péricles Matos está isolado em certas questões da Secretaria de Defesa Social e Trânsito. Isto ficou evidente quando o sindicato indagou sobre a possibilidade levantada nos bastidores sobre a  contratação de Agentes de Trânsito em detrimento aos Guardas Municipais.

O pessoal do sindicato teria  informado ao secretário que houve a solicitação por parte da Superintendência de Trânsito, de estudos para ampliar a quantidades de agentes de trânsito, um modelo prevendo o preenchimento por meio de concurso público dos cargos vagos de agentes de trânsito municipal; além de outro estudo prevendo a ampliação do número de Guardas Municipais credenciados no Trânsito.

Segundo algumas fontes, o prefeito Rafael Greca precisa arrecadar mais para recompor os buracos orçamentários causados por atrasos na implantação dos radares de Curitiba, de responsabilidade da Secretaria.

FAZER MAIS CAIXA

Diante do imbróglio, financeiramente a opção que mais agrada ao  alcaide seria a contratação de agentes de trânsito desarmados, criando uma carreira especializada em trânsito, que já foi modelo em outros tempos da Urbs S/A.

“Um agente de trânsito consegue emitir mais multas que um  Guarda Municipal, em função de a GMC estar dedicada à fiscalização, educação e orientação de trânsito. Um Guarda Municipal, além das funções de trânsito, acumula as de segurança, estando mais ocupado com outras tarefas”, observa a este site uma fonte do Gabinete Greca.

Ao que tudo indica, a solução já está tomada pelo prefeito Rafael Greca, por ser uma questão estratégica do Governo Municipal. Falta proclamá-la. Isso acontecerá no tempo certo do alcaide, que, lentamente, vai aprendendo a evitar precipitações, “uma recomendação” da Aranha Marrom, a velha senhora, 78,  que mal ou bem, exerce um papel moderador no Governo Greca de Macedo.

“Ela é a moderadora dos faniquitos, nem o Lucas Navarro tem tanto poder sobre os acessos coléricos do prefeito, quanto ela…”, observa fonte segura da Secretaria de Jamur, velha e experiente funcionária do Município.