Culto religioso reúne mais de mil pessoas em Curitiba: pastor diz que medidas sanitárias eram cumpridas

Redação

Culto religioso reúne mais de mil pessoas em Curitiba: pastor diz que medidas sanitárias eram cumpridas

Na noite desta quinta-feira (25), um dia após um evento religioso ser encerrado com mais de duas mil pessoas na Capital, o pastor Silas Malafaia, que ministrava um culto em Curitiba, foi alvo de polêmicas.

Isso porque Malafaia reuniu 1.200 pessoas na Assembleia de Deus Vitória em Cristo, no bairro Boqueirão. Além dele, o louvor era ministrado pela cantora e filha do pastor, Rachel.

No Twitter, o pastor afirmou que a igreja suporta até três mil pessoas, mas que no evento de ontem, estavam 1.200, respeitando o distanciamento social e todos os procedimentos obrigatórios. Confira abaixo!

Assista abaixo o vídeo feito pelo jornalista Eduardo Matysiak!

O evento aconteceu no primeiro dia após a retomada da bandeira laranja na Capital. De acordo com o boletim da Covid-19 divulgado pela Secretaria Municipal de Curitiba, o município registrou novos 616 casos e 20 óbitos pelo vírus nesta quinta-feira (25).

Com esses novos números, a capital paranaense chega ao seu 351° dia da pandemia da Covid-19 com 139.341 casos e 2.887 mortes em decorrência da doença.

Em nota, a PMPR (Polícia Militar do Paraná) afirmou que recebeu denúncias pelo 190 sobre uma possível aglomeração de pessoas na igreja por volta das 20h12. Quando a equipe chegou no local, verificou que o local estava com menos de 50% da capacidade do público.

“(…) assentos demarcados para o distanciamento entre as pessoas e todos estavam com máscara facial, seguindo as recomendações da resolução da Sesa nº  119, de 5 de fevereiro de 2021, que padroniza a realização de cultos e missas. Neste sentido, não foi constatada nenhuma infração. As equipes policiais fizeram orientações aos responsáveis no local. A PM informa ainda que a autuação administrativa é competência do município, e para a PM compete apenas a autuação criminal.”

CULTO RELIGIOSO COM MAIS DE DUAS MIL PESSOAS É ENCERRADO EM CURITIBA

Na noite da última quarta-feira (24), um culto religioso foi encerrado pela PMPR no bairro Batel, em Curitiba, após denúncias de moradores da região.

O evento chamado de “Noite de Abraão” foi realizado na Igreja Mundial do Poder de Deus e violou diversas regras estabelecidas pela Prefeitura de Curitiba e pelo Governo do Paraná durante a pandemia da Covid-19.

Além da aglomeração com milhares de presentes, diversos fiéis e funcionários da Igreja Mundial do Poder de Deus não estavam usando máscara no local.

Segundo a PMPR, o promotor do evento assinou um termo circunstanciado e pode ser indicado por crime contra a saúde pública. Além disso, a igreja e os demais promotores do evento religioso foram multados em R$ 150 mil pelo descumprimento das medidas sanitárias contra a Covid-19.

Evento religioso com mais de 2 mil pessoas é interrompido pela PM em Curitiba
Culto religioso com mais de 2 mil pessoas é encerrado em Curitiba (Eduardo Matysiak/FuturaPress/Folhapress)
Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="747628" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]