Simepar trabalha em tecnologia capaz de prever impactos de tempestades no Paraná

Redação

simepar, copel, pesquisa, tecnologia, prejuízo, tempestades, energia elétrica, manutenção, sistema

O Simepar (Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná) trabalha em uma nova tecnologia capaz de prever os impactos das tempestades aos consumidores. O projeto tem um prazo estimado em 30 meses para ser concluído.

Os técnicos desenvolvem um modelo matemático para estimar os riscos de desligamentos de energia elétrica causados por ventos e chuvas fortes. Assim, seria possível programar alertas com antecedência.

A ideia é desenvolver um processo automatizado, com base nos dados do Satélite Goes-16, dos radares e das estações meteorológicas.

De acordo com o coordenador-geral do projeto, César Beneti, se trata de uma proposta inovadora e útil tanto para a Copel quanto para os consumidores.

“A expertise do Simepar em climatologia paranaense aliada à alta tecnologia de inteligência artificial gerará um produto melhor, que no futuro poderá ser aplicado a outros setores, como a agricultura e a defesa civil”, afirmou.

A Copel Distribuição participa do projeto com informações e dados fundamentais para a pesquisa. A estatal também acompanha as etapas de execução do projeto por meio de testes e avaliações de resultado.

Previous ArticleNext Article