Surto de diarreia atinge mais de 500 moradores na cidade de Pinhão

Ana Cláudia Freire

pinhão tem surto diarreia, vomito, gastrointerite, dengue, rotavirus

Mais de 500 moradores da cidade de Pinhão, na região central do Estado, foram parar nos postos de saúde e hospitais da cidade, com os mesmos sintomas de gastroenterite: diarreia, vômito e dores abdominais.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde da cidade, os pacientes começaram a buscar ajuda no domingo (17) com sintomas leves ou moderados. Alguns moradores precisaram ser internados.

O secretário Municipal de Saúde de Pinhão, Ivonei Lima, diz que todas as medidas para identificar as causas do surto já foram tomadas e a prefeitura trabalha com  três hipóteses: rotavírus, dengue e a água contamina.

“É um surto de gastroenterite, ou seja, episódios de diarreia, vômito e alguns casos com dor abdominal. Fizemos  coletas de amostras de água, uma inspeção também na estação de tratamento de água da Sanepar e estamos tentando saber se a intoxicação foi pelo consumo de água ou alimentos. Estamos vendo também se pode ser rotavírus e estamos fazendo coletas para verificar se pode ser dengue, no entanto nós não temos nenhum caso, mas estamos tentando saber pela exclusão de algumas doenças”, afirmou o secretário.

Já a Sanepar informou que as análises feitas na água de Pinhão afirmam que a água da cidade está dentro dos padrões de potabilidade, definidos pelo Ministério da Saúde.

Uma tenda foi montada em frente ao posto de saúde da cidade para que as pessoas com o sintoma possam passar por uma triagem. Ainda segundo o secretário de Saúde, não há nenhuma ligação entre o surto e a Covid-19.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista - Chefe de Redação do Paraná Portal