Suspeito de 20 sequestros-relâmpago é preso

Ricardo Pereira - BandNews FM Curitiba


Um homem apontado como o responsável por pelo menos vinte sequestros-relâmpago foi preso pela Polícia Civil. Cristiano Eduardo Winiski, de 40 anos, já foi reconhecido por dez vítimas. De acordo com a polícia, ele agia contra mulheres – algumas com crianças, e em alguns casos, apontava a arma para a cabeça do filho da vítima. Com a ameaça, conseguia fazer com que as mulheres sacassem dinheiro no banco ou até mesmo o colocassem dentro de casa.

Assim, ele pegava jóias e objetos de valor. É o que relata o delegado Marcelo Magalhães, da Delegacia de Furtos e Roubos.

“Ele chegou a apontar arma para criança em mais de um caso para que as mães cedessem aos pedidos dele. Seja de passar em agências bancárias para realizar saques ou, quando não conseguia, levava a vítima para a residência e roubava dinheiro e jóias. Em um dos casos, ele levou mais de R$ 40 mil em jóias”, disse.

O homem foi preso em Joinville, Santa Catarina. Quando tentava fazer mais uma vítima, foi flagrado pela Polícia Militar e, ao tentar fugir, se envolveu em um acidente de trânsito.

“Como os casos acabaram repercutindo muito, esse indivíduo decidiu sair de Curitiba e retornar para Santa Catarina, onde continuou praticando roubos ou sequestros. Em uma dessas ocasiões, a Polícia Militar de Santa Catarina conseguiu prendê-lo. Na fuga, ele acabou quebrou o fêmur por um acidente automobilístico. Mas já tínhamos identificado ele e já estava com mandado de prisão”, completou.

O homem já esteve preso pelo mesmo crime há alguns anos. Agora, vai responder por roubo agravado e, como já existia contra ele um mandado de prisão, deve permanecer detido.

Previous ArticleNext Article