Operação mira suspeitos de homicídio ocorrido após festa em motel de Curitiba

Redação


Na manhã desta quinta-feira (6), a PCPR (Polícia Civil do Paraná) deflagrou uma operação para cumprir 22 mandados judiciais referentes às investigações de um homicídio ocorrido após uma festa em um motel de Curitiba. O crime aconteceu em junho, no bairro Seminário, e vitimou Henrick Marcel Ribeiro Pinto.

Do total de mandados, sete são de prisão temporária e 14 são ordens de busca e apreensão. Eles estão sendo cumpridos nos bairros:

  • Boa Vista;
  • Cidade Industrial;
  • Santa Cândida;
  • Sítio Cercado;
  • Pinheirinho;
  • Colombo (RMC);
  • Piraquara (RMC);

Segundo a polícia, 80 policiais participam da operação em Curitiba e Região Metropolitana, que contam com auxílio de cães farejadores.

JOVEM FOI MORTO APÓS FESTA EM MOTEL DE CURITIBA

Henrick Marcel Ribeiro Pinto, de 24 anos, havia participado de festa em um motel de Curitiba, de onde saiu dirigindo um carro na companhia de mais dois amigos. Logo após deixarem o local, foram perseguidos por uma caminhonete prata.

A perseguição durou poucos minutos e Henrick levou um tiro no pescoço e morreu dentro do carro, que em seguida colidiu com uma árvore. Os amigos da vítima sofreram apenas algumas lesões.

De acordo com a PCPR, a motivação do crime estaria ligada ao fato da vítima ter jurado se vingar de um dos suspeitos, que planejou o crime, por presumir que este teria assassinado seu pai.

Previous ArticleNext Article