Taxa de transmissão da Covid-19 no Paraná volta a subir

Vanessa Fernandes - CBN Curitiba

Governo do Paraná amplia capacidade de eventos para até 5 mil pessoas

A taxa de transmissão da Covid-19 no Paraná nesta sexta-feira (18) é a maior neste mês de junho de 1,11, o que significa dizer que 100 pessoas podem transmitir a doença a outras 111 pessoas.

O dado, medido pelo Laboratório de Estatística e Geoinformação da UFPR, consta do boletim epidemiológico, divulgado pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde).

A taxa de transmissão é também conhecida como taxa R, Rt, ou número de reprodução eficaz e é a mais alta desde o dia 20 de maio. A média de novos casos por semana epidemiológica também teve crescimento de 2,64%. Já média de mortes por semana epidemiológica teve queda, de 9,4%.

Entre a macrorregionais de Saúde, a Norte e a Leste que compreende Curitiba, tiveram aumento de casos na comparação por semana epidemiológica. Na macrorregião Norte o aumento foi de 8,04% e na Leste o crescimento foi de 7,36% no número de novos casos.

As macrorregiões Oeste e Noroeste tiveram queda na média de casos por semana epidemiológica, de 5,77% e 3,37% respectivamente. A Secretaria da Saúde divulgou nesta sexta-feira mais 10.751 casos e 495 mortes pela Covid-19 no Paraná. Das últimas 24 horas são 1.116 casos e 14 mortes.

Os 495 pacientes que perderam a vida, são 198 mulheres e 297 homens, com idades que variam de 5 a 97 anos. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.175.032 casos e 29.508 mortos.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="770888" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]