Com avanço da covid e gripe, TCE proíbe acesso às instalações até 31 de janeiro

Com o aumento dos casos de covid-19 e da gripe H3N2, o TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná) proibiu o acesso ..

Redação - 07 de janeiro de 2022, 12:01

Tribunal de Contas do Estado do Paraná - TCE/PR - Foto: Geraldo Bubniak/AGB
Tribunal de Contas do Estado do Paraná - TCE/PR - Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Com o aumento dos casos de covid-19 e da gripe H3N2, o TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná) proibiu o acesso às suas dependências até o dia 31 de janeiro. A medida foi determinada pela Portaria nº 2/22, assinada pelo presidente conselheiro Fabio Camargo nesta sexta-feira (7 de janeiro).

Neste período, servidores e membros do Tribunal exercerão suas atividades na modalidade de trabalho remoto. Além disso, as atividades presenciais ficarão restritas aos serviços considerados imprescindíveis e impossibilitados de execução a distância, mediante autorização prévia e com a adoção das medidas sanitárias em vigor.

Por fim, também serão mantidas as sessões virtuais de julgamento dos órgãos deliberativos, cujo início está previsto para 24 de janeiro, inclusive as sessões por videoconferência do Tribunal Pleno.

O atendimento técnico aos jurisdicionados será mantido exclusivamente na modalidade virtual. Esse atendimento será feito preferencialmente por telefone, de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas; pelo Canal de Comunicação do TCE-PR (CACO) - ferramenta eletrônica de diálogo institucional da Corte com os órgãos fiscalizados -; e por videoconferência, mediante agendamento prévio até as 17 horas do dia anterior.

As videoconferências são realizadas das 13 às 18 horas, via plataforma Microsoft Teams, ou outra acordada quando da solicitação.

O peticionamento dirigido ao Tribunal permanece sendo realizado apenas por meio eletrônico, pelo Portal e-Contas Paraná, ou por via postal, observados os requisitos da Instrução Normativa nº 62/2011 e da Instrução de Serviço nº 27/2011.

COVID E GRIPE AUMENTAM NO PARANÁ

Ontem (6), a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) confirmou 4.253 casos de covid-19 em 24 horas. O Paraná não registava tantos casos novos em 24 horas desde o dia 5 de julho de 2021 (4.389 casos).

Em Curitiba, foram mais de 1,3 mil casos confirmados apenas no boletim desta quinta-feira. Em uma semana, o número de casos ativos saiu de 700 para mais de 3 mil.

Além da chegada da variante ômicron, mais transmissível e menos grave, também é verificada o crescimento da gripe H3N2. O Paraná já confirmou  375 casos e quatro mortes da cepa da Influeza A.