Tempestades no Paraná afetam mais de 23 mil pessoas e danificam mais de 5 mil casas

Vinicius Cordeiro

tempestades granizo paraná

25 cidades do Paraná foram atingidas pelas tempestades e granizo que provocaram problemas no estado desde quarta-feira (18). O balanço mais recente da Defesa Civil, divulgado na tarde de hoje (20), mostra que 23.106 pessoas acabaram sendo atingidas pelos fenômenos. 280 pessoas seguem desalojadas, enquanto 21 estão desabrigadas e duas ficaram feridas.

A tempestade afetou mais municípios da Grande Curitiba e na região central do Paraná. Entretanto, Umuarama, no noroeste, também teve complicações pelos vendavais.

Segundo o capitão Anderson Gomes das Neves, chefe do Centro Estadual de Gerenciamento de Risco de Desastres, a quantidade de granizo afetou principalmente por várias casas terem telhas laminadas.

CIDADES DO PARANÁ COM MAIS OCORRÊNCIAS

O município do Paraná com mais imóveis danificados foi Carambeí, nos Campos Gerais. Ao todo, foram 6.234 pessoas atingidas pelo forte granizo.

Fechando o pódio, aparecem duas cidades da Região Metropolitana de Curitiba. Contenda registrou 3.960 pessoas, enquanto São José dos Pinhais ficou com 3.200 pessoas afetadas.

Em quarto lugar aparece a cidade de Irati, no sudeste do estado, com 2.020 pessoas.

Na sequência estão Curitiba (1.400), Fazenda Rio Grande (1.128) e Fernandes Pinheiro (1.000).

GRANIZO EM CURITIBA

Curitiba foi uma das cidades mais afetadas pela chuva de granizo desta quarta-feira (19), alertada pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Apenas na capital, 340 casas foram danificadas pelos alagamentos ou pelas telhas quebradas devido ao ganizo. O caso mais grave foi registrado em Piraquara, na Região Metropolitana, onde uma casa foi completamente destruída pela chuva.

Previous ArticleNext Article