Temporal provoca a morte de cerca de 150 mil frangos na região de Maringá

Redação

Temporal provoca a morte de cerca de 150 mil frangos na região de Maringá

O temporal que atingiu a região de Maringá, na região noroeste do Paraná, na última semana, provocou a morte de cerca de 150 mil frangos.

Alguns aviários ficaram até 72 horas sem energia elétrica por conta dos estragos causados pelas fortes chuvas acompanhadas de rajadas de vento.

De acordo com a Coopavi (Cooperativa de Avicultores do Noroeste do Paraná), 600 aviários da região noroeste do estado foram afetados e, em alguns casos, o prejuízo chegou a R$ 1 milhão.

“Na minha propriedade tivemos uma falha no abastecimento de energia por muitas horas, o que fez a gente depender exclusivamente dos geradores. E isso gera um prejuízo muito grande pelo gasto de óleo diesel dessas máquinas, além de ficar refém de uma máquina para receber energia. O que faz com que gere muito medo e insegurança porque sem a energia nossos frangos morrem e é um prejuízo imensurável”, explicou a avicultora Gisele Visoli.

Nesta segunda-feira (18), equipes da Copel seguem em campo para a recomposição dos estragos causados pelos temporais nas regiões oeste e noroeste do Paraná. Esse é considerado, pela Companhia Paranaense de Energia, o segundo pior evento climático já enfrentado pela empresa.

Até agora, mais de 500 postes foram trocados e 17 mil ocorrências atendidas. Hoje, trabalhadores restabelecem energia para 6,6 mil domicílios da região noroeste para religação.

*Paraná Portal com informações da repórter Nádia Lopes, da TV Band Maringá.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="797173" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]