Polícia investiga tentativa de homicídio em estação-tubo de Curitiba

A PCPR (Polícia Civil do Paraná) está investigando o ataque na estação-tubo Alferes Poli, na Avenida Sete de Setembro, e..

Redação - 28 de janeiro de 2020, 15:20

Reprodução / Google Street View
Reprodução / Google Street View

A PCPR (Polícia Civil do Paraná) está investigando o ataque na estação-tubo Alferes Poli, na Avenida Sete de Setembro, em Curitiba. Ontem (27), um homem e uma mulher foram atingidos por diversos disparos efetuados por um homem.

A delegada Tatiana Guzella, da DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa), revelou as identidades das vítimas: Carlos Leonardo Zanata Baptista, o alvo do ataque, foi atingido por quatro balas, enquanto Abine Francisco de Almeida foi atingida, de raspão, na perna. Os dois foram encaminhados ao Hospital Cajuru, mas apenas a mulher de 52 anos foi liberada pela equipe médica.

Além disso, já se sabe que Carlos Leonardo estava com mandado de prisão em aberto por roubo, ou seja, é foragido da Justiça. Por isso, ele está hospitalizado com escolta da PM (Polícia Militar).

"As imagens de segurança já foram requisitadas, sendo algumas já disponibilizadas para essa unidade e já estão sendo analisadas. Segundo informação preliminares, a motivação do crime pode ser estar envolvido com o tráfico de entorpecentes", disse a delegada.

TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM CURITIBA

Na tarde de segunda-feira (27), um homem com capacete desceu de uma motocicleta e efetuou diversos tiros em direção a Carlos Leonardo Zanata Baptista. Entretanto, uma bala acertou a perna de uma passageira do ônibus Santa Cândida-Capão Raso, que estava parado na estação-tubo Alferes Poli, na Avenida Sete de Setembro, no Centro de Curitiba.

Além disso, de acordo com a Urbs (Urbanização de Curitiba), a estação-tubo ficou paralisada por cerca de 20 minutos para o atendimento aos feridos, feito pelo Siate. Em seguida, os dois foram encaminhados ao Hospital Cajuru.