Tigre Hu ganha nova casa no zoológico de Cascavel

Mais espaçoso, o novo recinto de cerca de 400 metros quadrados foi revitalizado com cascata, lago, tronco e brinquedos.

Redação - 22 de fevereiro de 2022, 13:23

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Tigre Hu, um dos moradores mais ilustres do Zoológico de Cascavel, na região Oeste do estado, ganhou uma casa nova nesta terça-feira (22). Mais espaçoso, o novo recinto de cerca de 400 metros quadrados foi revitalizado com cascata, lago, tronco e brinquedos, de acordo com a prefeitura municipal.

As obras de revitalização do recinto foram acompanhadas pelo médico veterinário, Rodrigo Neca Ribeiro, gerente da Divisão de Vida Silvestre e Bem-Estar Animal do Zoo de Cascavel. “Nós tivemos toda uma preocupação em oferecer ao Hu os equipamentos que ele  necessita para ter qualidade de vida. Aqui nós instalamos deques, troncos e um motor na piscina que vai garantir que  a água utilizada no lago e na cascata seja sempre corrente, dando a ele a impressão de um riacho particular”.

Além do novo espaço para o tigre Hu, as onças pintadas Tony e Teca também tiveram seus recintos revitalizados, e os demais espaços também passarão por esta melhoria.

Outras revitalizações no zoo de Cascavel

Recentemente, a direção do Zoológico de Cascavel revitalizou todo a área pertencente às antas. As obras compreenderam a troca de telas, novo local de manejo e toda a parte de cercamento e também um novo lago. Os jacarés também ganharam casa nova.

Até os jabutis receberam um novo lar. Agora eles estão ao lado do serpentário, visto que era uma área que não possuía nenhum recinto.

“Um recinto totalmente novo, com uma área de manejo nova, toda projetada para a chegada do inverno onde serão instaladas as placas aquecedoras e os aquecedores aos répteis e Jabutis. Nós temos esse cuidado pois todo inverno eles eram retirados do local e agora eles terão um espaço só para eles, muito bem planejado”, explica Rodrigo.

Também foram feitas as revitalizações dos recintos dos bugios. Outro espaço reformado foi o corredor onde ficavam as araras Canindé, o local ampliado. 

“As revitalizações que estamos promovendo têm o objetivo de se adequar aos novos padrões de zoológicos do Brasil” finalizou Rodrigo.