TJ analisa pedido de liberdade de Allana Brittes

Alexandra Fernandes

O Tribunal de Justiça do Paraná deve julgar nesta quinta-feira (21) o Habeas Corpus de Allana Brittes, uma das acusadas de participação na morte do jogador Daniel Corrêa Freitas. A jovem responde pelos crimes de coação de testemunhas e fraude processual. Allana foi denunciada pela promotoria por ter participado de encontros, junto com os pais dela, Edison e Cristiana Brittes, para supostamente combinar a versão dos fatos.

Allana foi quem convidou Daniel para a festa de aniversário que começou em uma casa noturna de Curitiba e seguiu na residência da família. A jovem também teria ligado para a família do jogador, dias depois da morte dele, se colocando à disposição para ajudar nas buscas por Daniel, mesmo sabendo do que tinha acontecido.

De acordo com o advogado de Allana, Renan Pacheco Canto, após os três dias de audiências de instrução do processo, ficou evidenciado que a jovem não representa risco e pode responder em liberdade.

“É natural a limpeza da casa. Assim como um homicida tira sua blusa e joga fora e não denunciado por fraude processual. A família Brittes limpou a sua residência porque eles continuaram ali morando. Limpar não é crime e sim inovar. E isso ficou demonstrado tanto pela autoridade de polícia, quanto pelos investigadores, que não houve nenhuma inovação artificiosa dentro da casa da família Brittes. É natural que uma menina de 18 anos defenda a sua família, deve prevalecer aqui o princípio da solidariedade, da fidelidade familiar. Isso é tratado inclusive pelo nosso código penal como uma escusa absolutória, não era exigível da Allana Brittes outra conduta”, disse.


Na semana passada, a defesa de Cristiana Brittes, também acusada de participação na morte de Daniel, solicitou ao TJ a retirada do pedido de Habeas Corpus da pauta de julgamento. A alegação era a da perda da razão do objeto, uma vez que a defesa solicitava a prisão domiciliar para Cristiana cuidar da filha de 11 anos. A família ainda estuda como tratar o assunto.

Post anteriorPróximo post