Tornado causa estragos no Paraná, e Simepar alerta para ventos fortes até sexta-feira

Redação

tempe

O IAT (Instituto Água e Terra) confirmou a ocorrência de um tornado em Sertaneja, na região norte do Paraná, nesta quarta-feira (19). Foram registrados 179 atendimentos por queda de árvores.

De acordo com o boletim mais recente da Defesa Civil, atualizado às 12h, o tornado afetou 54 casas.

No Paraná, as tempestades atingiram 15 municípios e deixaram 40 pessoas desabrigadas, sobretudo nas regiões norte e noroeste. Ao todo, 1.518 pessoas foram afetadas por vendavais e pela chuva de granizo.

Em Santa Izabel do Ivaí, na região noroeste, 191 casas foram danificadas.

O Simepar fez uma alerta para a possibilidade de ventos fortes entre quinta (20) e sexta-feira (21). As rajadas podem chegar a 45 km/h nas regiões sudeste e sudoeste do Paraná.

De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná, o fenômeno tem potencial para causar estragos em casas e quedas de árvores.

Ontem (19), ventos de quase 80 km/h atingiram as regiões noroeste e norte. Na região oeste, a velocidade mais alta foi de 60 km/h.

Conforme o Simpear, as rajadas de vento são consequência de uma violenta massa de ar polar que se desloca pelo sul do Brasil desde o início da semana. O fenômeno também é responsável pela queda nas temperaturas.

“Os ventos fortes ocorrem quando temos a passagem de frentes frias, com contraste de temperatura, que formam um gradiente forte de pressão”, explicou o meteorologista do Simepar, Paulo Barbieri.

Nesta quarta-feira (19), vendavais foram registrados em seis municípios: Bandeirantes, Barra do Jacaré, Bela Vista do Paraíso, Jacarezinho, Lobato, Santa Cruz de Monte Castelo.

De acordo com o meteorologista Paulo Barbieri, a frente fria deve passar completamente pelo Estado até o final de semana. A partir do final de semana não há indícios de que os ventos fortes continuem no Paraná.

Previous ArticleNext Article