Trabalhadores da Renault aceitam proposta e encerram greve no Paraná

CBN Curitiba


Os trabalhadores da Renault do Brasil, localizada em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, aprovaram a proposta de manutenção dos empregos feita pela empresa. Com isso foi encerrada a greve da categoria que durou três semanas.

Os 747 trabalhadores demitidos pela montadora no último dia 21 de julho serão reinseridos ao quadro funcional. Eles ficarão em casa, recebendo salário normalmente, até dia 20 de agosto, quando termina o Plano de Demissão Voluntária (PDV) aberto pela Renault. O restante da fábrica volta ao expediente normal já nesta quarta-feira (12).

O plano de Incentivo estabelece indenização de 6 salários nominais independente do tempo de serviço, plano de saúde com cobertura integral até 30 de junho de 2021, e vale refeição integral até 31 de dezembro de 2020.

Além disso, está previsto o pagamento da primeira parcela da Participação nos Lucros e Resultados de 2020, de R$ 8.500, do valor do abono salarial 2020\2021, estipulado em R$2.500, mais as verbas rescisórias legais.

Os trabalhadores da Renault também aprovaram um pacote salarial que contempla a Data Base e uma PLR que pode chegar à 100 mil até 2023.

Previous ArticleNext Article