Transporte escolar terá ocupação máxima de 70% em Curitiba

Redação


O transporte escolar em Curitiba terá um limite de 70% da capacidade no retorno às aulas presenciais no estado. Um protocolo da Urbanização de Curitiba (Urbs) determina essa ocupação máxima, além do uso de máscara e disponibilização de álcool em gel como medidas que evitem o contágio pelo coronavírus.

Segundo a Urbs, 914 vans estão cadastradas na cidade para fazer o transporte de 24 mil alunos em três turnos. A empresa, que controla o transporte público na cidade, começou a fazer vistorias nos veículos escolares através de um cronograma de atendimento, já considerando o novo protocolo para o retorno às atividades. 

O início das aulas na rede municipal de ensino está previsto para o dia 18 de fevereiro, uma quinta-feira, em modelo híbrido, ou seja, parte dos alunos acompanham a aula pela escola, e outra parte acompanha de modo remoto.

Desde abril, os alunos de escolas da Prefeitura de Curitiba recebem o conteúdo programado através de videoaulas. A escolha pelo modelo, presencial ou remoto, será definida pelas famílias dos estudantes.

Previous ArticleNext Article