TRE inicia a convocação de mesários no Paraná

Redação


O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) começou o envio de correspondências que convocam eleitores para atuar como mesários nas próximas eleições, no estado. O prazo para a Justiça entrar em contato com os cidadãos termina no próximo dia 3 de agosto. Os eleitores devem se apresenta ao cartório, mesmo que não possa cumprir a função.

De acordo com o chefe de comunicação do TRE, Marden Machado, caso a pessoa não possa trabalhar neste dia, a justificativa pode ser entregue no dia da apresentação. “Na carta tem o nome do juiz, o número da zona que fez a convocação. Então recebendo a carta, [os eleitores] podem responder e entrar em contato com o juiz que fez a convocação e solicitar a dispensa”, diz.

As cartas são enviadas com alerta de recebimento, então os Tribunais Eleitorais sabem se a correspondência foi entregue, ou não. Os eleitores que não respondem a convocação – ou que faltam no dia das eleições – são punidos de acordo com a gravidade da falta. “Caso o eleitor receba a convocação, que responda. Se por alguma razão ele não puder prestar esse serviço, que ele solicite a dispensa ao juiz. Mas em hipótese alguma deve deixar de responder e dar uma satisfação”, diz Machado.

Segundo o chefe de comunicação de TRE, os eleitores que trabalham como mesário recebem vários tipos de benefícios. “Ele tem direito, por lei, a dois dias de folga para cada dia trabalhado. Em muitos concursos públicos, do poder judiciário, o fato de se trabalhar como mesário é usado como critério de desempate. Em muitas universidades, o trabalho do mesário é aceito como atividade extracurricular”, conta Machado.

Quem não recebeu a convocação, mas quer trabalhar como mesário, também pode se voluntariar. O eleitor tem duas opções. Pode ir pessoalmente até o TRE, ou então fazer o cadastro de voluntário no site do órgão.

Previous ArticleNext Article