Três homens são presos suspeitos da morte de agente penitenciário

Redação

agente penitenciário Edson Cardoso, morto a tiros novo mundo

Três homens suspeitos da morte de um agente penitenciário, em Curitiba, foram presos no final de terça-feira (14), pela  PCPR- Polícia Civil do Paraná. 

O agente penitenciário Edson Cardoso, 57 anos, foi assassinado em  20 de dezembro de 2019, no bairro Novo Mundo.

Segundo o Sindarspen (Sindicato dos Policiais Penais do Paraná), Edson estava em casa quando recebeu um chamado à porta e levou um tiro na cabeça.

Conforme a polícia com os presos  foram apreendidos documentos falsos, balança de precisão, cerca de 1,5 quilo de crack e R$ 5 mil em dinheiro, além de diversas cédulas de notas falsas.

O trio estava foragido do Sistema Penitenciário. Todos eles contavam com mandados de prisão em aberto em razão disso. Os homens possuem antecedentes criminais por organização criminosa, roubo, porte de arma, tráfico e demais crimes relacionados.

Segundo investigações da PCPR, um dos homens é condenado pela morte do agente penitenciário federal Edson Martins Matsunaga. O crime ocorreu no mês de outubro de 2010, dentro de uma casa lotérica situada no Centro de Curitiba.

As investigações continuam a fim de apurar o envolvimento de demais pessoas com o crime, bem com esclarecer o que teria motivado o fato criminoso.

Os suspeitos serão indiciados por homicídio qualificado e encontram-se presos à disposição da Justiça. Além disso, o trio foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, uso de documento falso e moeda falsa.

Previous ArticleNext Article