Três macacos morreram por febre amarela no Paraná na última semana

Redação

febre amarelFebre amarela foi registrada em 43 municípios do Paraná desde janeiroa, morte, mortes, macaco, macacos, paraná, sesa, secretaria estadual da saúde, vacina

Mais três macacos morreram infectados com febre amarela na última semana, segundo informações da Sesa (Secretaria da Saúde do Paraná). Desde julho de 2019, 117 primatas faleceram pela doença no estado.

As novas mortes foram registradas em Piên (região Sul), Rebouças (região Centro-Sul) e Pitanga (região central).

Ao todo são 672 notificações de mortes de macaco, sendo que destas 117 foram confirmadas, 199 estão sendo investigadas, 295 aconteceram por causas indeterminadas e outras 61 foram descartadas para a doença.

O Paraná ainda não apresenta casos humanos de febre amarela neste ciclo. Até o momento são 95 notificações, sendo 82 já descartadas e 13 que seguem em investigação.

“Os casos de morte de macacos sinalizam a presença do vírus da doença na região e alertam para a necessidade de se tomar a vacina. A Secretaria da Saúde orienta a população sobre a importância de estar imunizado contra a febre amarela”, afirmou o secretário da Saúde, Beto Preto.

A vacina está disponível em todas as unidades de saúde. A dose é única e a pessoa fica protegida para toda a vida. O público-alvo para vacinação da febre amarela é dos nove meses de vida até 59 anos, sendo que desde 2018, todos os municípios do Estado passaram a ser área com recomendação vacinal contra a doença.

Previous ArticleNext Article