Trinta pessoas passam mal após vazamento de amônia no Paraná

Mariana Ohde


Um vazamento de amônia em um frigorífico na região metropolitana de Curitiba fez com que cerca de 30 moradores passassem mal após inalar a substância. O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 22h deste domingo (10) para atender a ocorrência e precisou isolar a área até que o vazamento fosse controlado e não representasse mais risco à população. O frigorífico fica às margens de BR-376, em São José dos Pinhais.

Os moradores intoxicados com a amônia foram atendidos no pátio de um posto de gasolina próximo, que ficou lotado, enquanto os bombeiros procuravam por mais pessoas precisando de atendimento na região. Dez pessoas precisaram ser encaminhadas ao Hospital São José.

Segundo a Defesa Civil, até o momento, foram registrados 36 casos de pessoas que passaram mal, apresentando sintomas como desmaios, falta de ar, náuseas e vômitos.

A Defesa Civil informou também que o vazamento aconteceu por causa de um problema em uma válvula que regula a passagem da amônia nos equipamentos da empresa. O sistema de segurança detectou o problema e o vazamento foi contido. Uma perícia deve ser realizada ainda nesta segunda-feira (11) para identificar as causas do problema.

Caso algum morador apresente os sintomas da intoxicação, como dificuldade para respirar, náusea e vômitos, a Defesa Civil orienta a procurar uma unidade de pronto atendimento. A amônia é um produto químico perigoso e pode trazer riscos à saúde. Ao ser inalada, a amônia pode causar tosse, chiado no peito, falta de ar, asfixia, irritação nos olhos e nariz, além de vômito e náusea.

Em frigoríficos, a substância é usada no resfriamento das câmaras.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal