Entre as 40 melhores universidades do país, UEL completa 48 anos

Vinicius Cordeiro

londrina uel

Presente no ranking das 400 melhores universidades da América Latina, a UEL (Universidade Estadual de Londrina) completa 48 anos nesta segunda-feira (7).

De acordo com a World University Rankings 2020, da revista britânica THE (Times Higher Education), a UEL é a 37ª melhor universidade do Brasil. Já no cenário continental, a universidade fica na 76ª colocação.

Recortando o ranking entre as instituições do Paraná, a UEL só fica atrás da UFPR (Universidade Federal do Paraná), 27ª colocada na lista nacional, e da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), que aparece na 33ª posição entre as universidades brasileiras. Ou seja, entre as universidades estaduais do Paraná, a de Londrina é a melhor.

O reitor da universidade, Sérgio Carvalho, comemora a marca e ressalta a importância da instituição para o futuro. Nesse ano, por exemplo, a universidade teve um aumento de 14% no volume de inscritos no vestibular e duas novas ofertas de cursos: Nutrição e Biotecnologia.

“Embora a UEL seja muito respeitada, configurando-se como a quarta melhor estadual do Brasil, reconhecida na América Latina e até mundialmente, temos um desafio importante que é projetar a instituição para o futuro”, avaliou o reitor.

“Em uma sociedade moderna, onde o conhecimento é a principal moeda, estamos cumprindo esta tarefa. Focamos em todo tipo de pesquisa, mas importante frisar que algumas podem se tornar um produto. A sociedade necessita de novos medicamentos, procedimentos e processos. Cabe à Universidade ter um trabalho voltado para isso”, completou.

NÚMEROS

uel londrina
(Divulgação/UEL)

A UEL foi criada em 1971, junto com a UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa) e a UEM (Universidade Estadual de Maringá), por um decreto do então governador Paulo Pimentel.

Desde então, são 79.175 profissionais graduados em Londrina. Além disso, a instituição ainda conta com uma comunidade formada por cerca de 24 mil pessoas. São 4.154 servidores, entre professores e funcionários, além de 13.339 alunos de graduação e 6.020 de pós-graduação.

Atualmente, são 53 cursos ofertados na graduação, com mais 66 residências da área da saúde. Por fim, ainda são 66 especializações presenciais na pós, sete EADs (ensino à distância), 47 mestrados e 30 doutorados.

Previous ArticleNext Article