Um novo ‘cartão de visitas’ para Matinhos

Andreza Rossini


Repórter Thiago Machado do Metro Curitiba

O governo do Estado deve lançar neste semestre o edital de licitação para a duplicação da Avenida Juscelino Kubitscheck de Oliveira, conhecida como “Avenida do Contorno”, em Matinhos. A via passa ao lado da prefeitura e é uma das principais da cidade – tanto para os moradores como para turistas que vão para Guaratuba via ferryboat.

Na semana passada, o prefeito Rui Hauer entregou uma proposta de projeto executivo ao governador Beto Richa. A divulgação oficial do encontro pelo governo demonstrou que há interesse político na execução da obra. Ontem, o projeto foi novamente citado como prioritário para o Executivo no Litoral.

A execução, no entanto, ainda depende de uma avaliação do material entregue pela prefeitura. Ela está sendo feita por técnicos do DER (Departamento de Estradas e Rodagens). Até o principal o principal obstáculo identificado: as possíveis desapropriações exigidas para a duplicação das duas faixas. A obra ainda dependeria de um licenciamento ambiental feito junto ao IAP (Instituto Ambiental do Paraná), que ainda não começou.

A avaliação, no entanto, é que o impacto ambiental não seria grande Por fim, o projeto não seguiu os padrões do governo do Estado sobre exigências em licitação e por isso serão necessárias adequações. O que será feito As obras serão em um trecho de 2,4 quilômetros – entre o prédio da prefeitura e a rua Alvorada, que fica 3,8 quilômetros antes da chegada ao ferryboat. Além da duplicação da via, está prevista a dragagem e a canalização do Rio do Drago, que corre ao longo da avenida.

A canalização seria feita em “U”, sem fechar totalmente o rio. Também está prevista a construção de ciclovias em ambos os lados das pistas, que compartilhariam o espaço com as calçadas, além de contornos, uma rotatória e passagens elevadas. Mais projetos Além da duplicação da JK o governo do Estado pretende levar adiante ao menos mais seis projetos no Litoral. Neste mês, o DER deve escolher a empresas que fará o estudo sobre a Ponte de Guaratuba e até março deve ser aberta a licitação para a construção da Faixa de Infraestrutura do Litoral.

A via será uma nova ligação com a Ilha do Mel. Em Paranaguá já foi licitado um viaduto para a reforma da Avenida Bento Rocha, em Paranaguá. As obras custam R$ 30 milhões. Por fim, serão construí- das calçadas e ciclovias em Guaratuba e acostamentos em 7,8 km de Pontal do Paraná.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="477050" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]