Unioeste derruba exigência do passaporte vacinal na universidade

A Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) deixou de exigir de alunos, professores e funcionários o passaporte vacinal contra a Covid-19.

Tarobá News - 05 de maio de 2022, 21:33

Divulgação/Unioeste
Divulgação/Unioeste

A Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) deixou de exigir de alunos, professores e funcionários o passaporte vacinal contra a Covid-19.

Alunos matriculados na Unioeste que não se vacinaram contra a covid-19 foram informados, por e-mail, sobre a dispensa da obrigatoriedade da apresentação de exames negativos para coronavírus.

Segundo a TV Tarobá, o pai de um estudante da Unioeste afirmou que o filho foi coagido pela universidade a realizar testes semanais para Covid-19 sob risco de trancamento da matrícula.

O estudante não tomou nenhuma dose da vacina da Covid-19 e a família entende que devido a legislação estadual que proíbe o passaporte vacinal a Unioeste não poderia realizar tal exigência.

Em entrevista à TV Tarobá, o reitor da Unioeste, Alexandre Webber afirmou que o caso relatado pela família do estudante não foi oficializado na instituição. Por isso, não houve debates sobre a situação específica deste, ou de outros alunos não-vacinados.

"Eu não tenho conhecimento de nenhum aluno que tenha feito exames semanais para frequentar as aulas. Tivemos os vacinados e alguns que trancaram a matrícula [porque não tomaram a vacina]", disse o reitor.

O reitor ainda explicou que as resoluções que regulamentam o acesso ao campus serão atualizadas. No entanto, pondera que a cobrança só foi feita no período de matrículas.

"A Universidade cobrou isso no início do ano letivo. Então, quem já estava dentro das regras, fluiu. E quem não cumpriu já teve a matrícula trancada", afirmou. "Então, essa questão volta a ser debatida no início do próximo ano letivo, o que deve ocorrer em setembro. Então, a Universidade vai revogar essa regra existente", concluiu.

LEIA MAIS: Fiocruz fecha acordo para produzir remédio antiviral contra Covid no Brasil