Universidades paranaenses ofertam quase 10 mil vagas pelo Sisu

Francielly Azevedo

matrículas sisu universidades ufpr resultado vestibular primeira fase lista aprovados

As universidades paranaenses oferecem quase 10 mil vagas via Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições começam nesta terça-feira (21) e seguem até sexta-feira (24).

Na UFPR (Universidade Federal do Paraná) são 1.228 vagas disponíveis em 102 cursos. O número representa 20% das vagas totais de graduação da instituição. Uma novidade do SiSU 2020 na UFPR é a estreia das vagas do curso de Medicina no Campus Toledo, no oeste do Paraná – são 12 vagas. Além das vagas de Toledo, a UFPR disponibiliza via Sisu outras 38 vagas para o curso de Medicina em Curitiba.

A UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) é a que mais tem vagas, são 4.542 ofertadas em 111 cursos. O ingresso na instituição ocorre integralmente pelo Sisu.

A UEL (Universidade Estadual de Londrina), no norte do Paraná, oferta 568 vagas em 47 cursos. Pelo sexto ano consecutivo, a Universidade destina parte das vagas em cursos de graduação por meio do Sisu.

A Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana), com sede e foro na cidade de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, oferece 823 vagas em 29 cursos. Conforme a instituição, onúmero cresceu em relação aos anos anteriores porque nem todas as vagas oferecidas para estudantes estrangeiros foram preenchidas.

Na Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) são 1.230 vagas em 65 cursos. A universidade oferece metade das vagas via Sisu.

Na Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná) são 307 vagas em 29 cursos. E a Unicentro (Universidade Estadual do Centro-Oeste) oferece 552 vagas em 48 cursos de graduação.

COMO SE INSCREVER

Para participar do Sisu, é preciso ter feito o Enem 2019 e ter tirado nota acima de zero na prova de redação. No momento da inscrição no processo seletivo é preciso informar o número de inscrição do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio)e a senha atual cadastrada na Página do Participante.

É possível escolher até duas opções de curso, de acordo com a ordem de preferência. Alguns cursos, no entanto, têm certas restrições, já que o Sisu dá liberdade para as instituições de ensino definirem como usarão o Enem.

Deste modo, determinado curso pode exigir, por exemplo, uma média mínima no Enem – que é a soma de todas as notas obtidas nas provas do exame, dividida por cinco – ou mesmo uma nota mínima em determinada prova. Isso faz com que, dependendo da nota obtida, estudantes não sejam classificados para determinados cursos.

RESULTADO E MATRÍCULAS

De acordo com o MEC, o resultado da chamada regular (aprovados no número de vagas) será divulgado no dia 28.

Caso o candidato não aprovado queira ficar em uma lista de espera por vagas remanescentes da chamada regular, deve manifestar essa vontade pelo sistema do MEC no período entre os dias 29 de janeiro e 4 de fevereiro.

Cada instituição que adere ao Sisu estabelece seu período para matrícula dos classificados dentro do prazo definido pelo MEC.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="680037" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]