Urbanismo manda encerrar distribuição de água em poço artesiano de curitibano

CBN Curitiba


Na tarde desta quinta-feira (7) a CBN Curitiba noticiou que um morador do bairro Guabirotuba construiu um poço artesiano em sua casa para distribuir água mineral para os moradores da região. A qualidade da água foi atestada pelo Laboratório de Pesquisas Hidrogeológicas da UFPR.

Mesmo com o laudo em mãos, Edson Martins foi notificado pela Secretaria de Urbanismo, na manhã desta sexta-feira (8), por não ter permissão para comercializar água. O poço artesiano de Edson funciona a mais de 4 anos no local, e serve muitas pessoas da região. Segundo ele, o gasto total com a estrutura foi de mais de R$ 60 mil para a perfuração do poço e instalação das bicas.

Edson Martins lamentou a proibição da distribuição da água mineral em sua casa, e ainda disse que a população vai ter que entender que a prática vai ser encerrada.

“Era um benefício para a população do bairro e região, água mineral de altíssima qualidade. Infelizmente, a partir de agora não vai mais poder ter. Não se pode fazer um benefício nenhum que vira manchete e tem que tirar”, argumentou.

O morador Sérgio Souza, que pegava água regularmente no poço de Edson, também lamentou a proibição, principalmente pela água ser de boa qualidade.

“Eu estava a caminho de pegar água como eu sempre faço e escutando a reportagem via rádio. A pessoa responsável do imóvel que teve compreensão de fazer isso aqui e colocou o lacre. Ele teve fez isso e dividiu com a vizinhança. Ficamos entristecidos porque é uma água de alta qualidade. Estão interditando e vamos ter que seguir as normas”, lamentou.

A Secretaria de Saúde informou que por mais que exista um laudo atestando a qualidade da água, a falta de cloro na composição inviabiliza o consumo dessa água.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="528901" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]