Usado para falsificar dólar, 1 milhão em dinheiro venezuelano é apreendido em Curitiba

Narley Resende


Cerca de 900 mil bolívares venezuelanos (R$ 80 mil) foram apreendidos pela Polícia Militar na tarde dessa segunda-feira (15) no bairro Uberaba, em Curitiba. A polícia suspeita que a circulação da moeda no Brasil seja para falsificação de notas de dólar, já que as duas cédulas são impressas em um tipo parecido de papel.

De acordo com a Polícia Militar, após um assalto no bairro Cajuru, em Curitiba, na noite de segunda, policiais da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone), subunidade do Batalhão de Operações Especiais (Bope), foram informados que um homem, monitorado por tornozeleira eletrônica, teria participado do crime e estaria na Rua Cid José dos Santos, no Uberaba. A equipe foi até a residência do suspeito e encontrou, após a abordagem, R$ 1.257,00 em dinheiro.

No quarto do homem os militares estaduais localizaram ainda uma pistola calibre 9mm, 23 munições intactas e uma deflagrada, além de uma bolsa com 872 mil bolívares. O envolvido teria relatado à equipe do Bope que havia adquirido o armamento no Paraguai.

O homem ainda teria tentado subornar os policiais, segundo o boletim de ocorrência. “Declinou ter dinheiro e veículos que poderia ceder em prol de sua liberdade”, diz o documento.

Oficialmente, uma unidade monetária de Bolívar é trocada no câmbio por cerca de R$ 0,30 centavos — o que faria com que, na cotação oficial, cerca de R$ 300 mil. Mas, na prática, a desvalorização constante da moeda faz com que 100 Bolívares hoje sejam trocados pelo equivalente a R$ 0,09 centavos, segundo informações da BBC Brasil. Assim, a quantia apreendida valeria aproximadamente R$ 80 mil. Só que, se “transformadas” em dólar, as cerca de 9 mil notas poderiam render quase R$ 3 milhões.

De acordo com a Polícia Federal em publicação do jornal Gazeta do Povo, em fevereiro de 2017, cerca de 25 toneladas de cédulas da moeda foram apreendidos na cidade paraguaia de Salto del Guairá, que faz fronteira com Guaíra, no oeste paranaense. Em março, 40 milhões de Bolívares foram apreendidos em uma favela do Rio de Janeiro, e em maio, quase 300 mil cédulas da moeda foram apreendidas no Pará.

O grande volume de dinheiro venezuelano seria destinado a falsificação de dólares.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="476941" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]