Vacina contra a gripe é aberta para adultos de 40 a 49 anos em Curitiba

A partir de segunda (30), todos os adolescentes já podem receber o imunizante. Quem tem entre 40 e 49 anos poderá ser vacinado a partir de quinta-feira (2).

Redação - 28 de maio de 2022, 11:28

(Foto: Isabella Mayer/SMCS)
(Foto: Isabella Mayer/SMCS)

A aplicação da vacina contra a gripe será aberta para a adultos de 40 a 49 anos e adolescentes de 13 a 19 anos a partir de semana que vem em Curitiba. A convocação acontece após ampliação da cobertura contra o Influenza na capital paranaense.

A partir de segunda-feira (30), todos os adolescentes já podem receber o imunizante. Quem tem entre 40 e 49 anos poderá ser vacinado a partir de quinta-feira (2).

Durante essa semana, a população geral começou a ser vacinada. Primeiro, crianças e adolescentes dos cinco ao 12 anos. Depois, adultos entre 50 e 59 anos. 

De acordo com a SMS (Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba), os grupos foram definidos desta maneira porque são mais próximos às pessoas que têm chances maiores de ter complicações da doença: crianças pequenas e idosos.

Confira quem pode ser vacinado contra a gripe em Curitiba:

  • Adolescentes de 13 a 19 anos (a partir do dia 30 de maio) 
  • População geral de 40 a 49 anos (a partir do dia 2 de junho)
  • População geral de 50 a 59 anos
  • Crianças de seis meses a 12 anos
  • Caminhoneiros
  • Pessoas com deficiência permanente
  • Idosos
  • Professores e trabalhadores da educação
  • Trabalhadores da saúde
  • Pessoas com doenças crônicas
  • Gestantes e puérperas
  • Trabalhadores do transporte público
  • Trabalhadores das forças de segurança e forças armadas

VACINA CONTRA A GRIPE EM CURITIBA

A adesão à aplicação da vacina contra a gripe em Curitiba é baixa, segundo a prefeitura da capital paranaense: apenas 48,4% dos idosos receberam a dose do imunizante.

A porcentagem é maior que a média nacional para esse grupo, de 42%, mas abaixo da meta da campanha promovida pelo Ministério da Saúde, que é de 90% de pessoas imunizadas. 

“Muita gente ainda não compareceu e esperamos que se vacinem o quanto antes. Os meses mais frios do ano estão chegando e é a época em que, historicamente, Curitiba tem maior incidência de pessoas adoecendo por doenças respiratórias”, diz Beatriz Battistella, secretária municipal da Saúde. 

A população convocada pode receber o imunizante em 106 unidades de saúde de Curitiba. A lista pode ser conferida clicando aqui.