Dono de loja que vendia instrumentos musicais roubados é preso em Curitiba

Simone Giacometti

O dono de uma loja de instrumentos que funcionava há 18 anos no mesmo local, em Curitiba, foi preso em flagrante por receptar instrumentos musicais roubados.   Eduardo Georgios, de 47 anos,  não apresentou as notas fiscais referentes aos equipamentos e aparelhos que estavam em exposição. A prisão aconteceu na terça-feira (19) e a apresentação à imprensa foi realizada hoje.

As investigações foram motivadas pelas denúncia de uma pessoa que reconheceu o baixo que havia sido roubado em fevereiro do 2018, entre os exemplares que estavam à venda na loja. Ele registrou queixa na delegacia e apresentou as notas fiscais e comprovantes de que o instrumento era personalizado. Com base nessa queixa, os investigadores chegaram até o dono da loja e fizeram a apreensão de catorze baixos, sete guitarras, dois equalizadores e um processador de efeitos.

O dono da loja vendia os instrumentos receptados de maneira informal, não fornecendo nota aos compradores. Segundo o delegado Pedro Felipe de Andrade, a prática de compra e venda era comum e o denunciado fazia dessa atividade sua principal fonte de renda. “Todos os instrumentos que estavam sem nota fiscal foram apreendidos. Ele não soube indicar a procedência do que estava no local, por isso os preços eram menores do que os praticados no mercado”, explicou ele.


O delegado acredita que a partir da denúncia do proprietário do baixo, outras pessoas possam entrar em contato com a policia para recuperar os instrumentos. “Os donos de instrumentos que tiverem a nota fiscal ou conseguirem provar de outra forma que são os reais proprietários, são esperados no primeiro distrito para retirada desse material. Caso não sejam resgatados, todos os materiais apreendidos serão encaminhados para depósito judicial”.

Na delegacia o suspeito preferiu ficar em silêncio. Ele deve responder pelo crime de receptação qualificada e continua preso à disposição da Justiça.

Post anteriorPróximo post