Vereadores de Curitiba aprovam projeto que coloca academias entre os serviços essenciais

Redação

academias curitiba projeto de lei câmara vereadores

Os vereadores de Curitiba aprovaram o projeto que torna a prática de atividades físicas como serviço essencial. Isso quer dizer que as academias vão permanecer abertas mesmo se a prefeitura restringir mais as normas durante a pandemia de covid-19.

O projeto de lei foi proposto pelo vereador Pier Petruziello (PTB), líder do prefeito Rafael Greca (DEM) na Câmara Municipal. O texto teve 31 votos favoráveis e dois contra – Maria Letícia (PV) e Professora Josete (PT).

Antes de ir para a sanção de Greca, o projeto ainda precisa ser aprovado em segundo turno nesta terça-feira (15).

Entre os detalhes do projeto de lei estão que tanto os estabelecimentos fechados (academias) quanto espaços públicos (parques e praças) sejam considerados essenciais. Isso quer dizer que eles não poderão ser fechados por meio de decretos, como foram no início da pandemia do coronavírus.

Curitiba está hoje sob o decreto da bandeira laranja. Segundo o último boletim, são 96.220 casos confirmados (80.751 recuperados) e 1.957 mortes causadas pela covid-19. Os dados são coletados e divulgados pela SMS (Secretaria Municipal da Saúde).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="734398" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]