Vereadores de Matinhos são denunciados por desvio de dinheiro público

Andreza Rossini


O Ministério Público do Paraná ajuizou uma ação civil pública contra três vereadores (gestões entre 2009 e 2016), quatro ex-vereadores (gestão 2009–2012) e 33 servidores da Câmara Municipal de Matinhos, no litoral do Paraná, por atos de improbidade administrativa devido ao desvio de dinheiro de diárias para viagens pagas com o dinheiro público. O MP solicitou a condenção dos envolvidos, com o ressarcimento do valor desviado, a perda da função pública, a suspensão dos direitos políticos e multa.

A investigação é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). De acordo com a ação, os 40 denunciados, além de um vereador já falecido, teriam desviado R$ 642.950,00 dos cofres públicos municipais para o pagamento de 460 diárias para participação de cursos e palestras. Segundo as investigações, as empresas que ofereciam os cursos eram de fachada.

A ação da Promotoria de Justiça destaca que “as práticas dos servidores ora demandados, além de acarretarem danos ao erário, na forma do disposto no artigo 10 da Lei de Improbidade Administrativa, violaram os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade e lealdade às instituições, nos termos do artigo 11 do mesmo Diploma Legal”.

Previous ArticleNext Article