Vertedouro da Usina de Itaipu fica aberto por 24 horas e gera cenas raras

A Usina Internacional de Itaipu, em Foz do Iguaçu, começou a verter água, na madrugada de sábado (23) e deve permanecer ..

Redação - 24 de maio de 2020, 09:29

Rubens Fraulini/Itaipu
Rubens Fraulini/Itaipu

A Usina Internacional de Itaipu, em Foz do Iguaçu, começou a verter água, na madrugada de sábado (23) e deve permanecer  de forma ininterrupta até este domingo (24).

É também a primeira vez que o vertedouro fica aberto em um fim de semana com as atividades suspensas do turismo. As atividades devem reabrir gradativamente a partir do dia 10 de junho, aniversário de emancipação política de Foz do Iguaçu.

O último grande vertimento durou de 4 de junho até 10 de junho 2019. Na ocasião, a medida foi para regular o nível do reservatório e a segurança da barragem. Naquele mesmo mês, ocorreu novo vertimento, no dia 19, por cerca de três horas e meia. Neste domingo, a abertura do vertedouro deve repetir a mesma programação, seguindo orientações do Operador Nacional do Sistema (ONS), de otimizar água e energia.

ABERTURA ACONTECE PARA AJUDAR PAÍSES VIZINHOS

A abertura normalmente só ocorre com excesso de água no reservatório. Mas esta é uma exceção: excepcionalmente, agora acontece para ajudar os países vizinhos e só é possível em função da baixa demanda de energia no momento. Abaixo de Itaipu, o nível do Rio Paraná estava muito baixo, o que inviabilizava a navegabilidade de grandes embarcações.

A operação iniciou na segunda-feira (18), para ajudar o Paraguai e a Argentina a dar escoamento à safra de grãos pelas suas hidrovias. A chuva de sexta-feira (22) também ajudou a dar um alívio no nível do Rio Paraná. A precipitação pluviométrica foi de 80 milímetros sobre  o reservatório, um acréscimo de 1,2 mil metros cúbicos de água por segundo.