Via lenta da República Argentina, em Curitiba, será bloqueada para a passagem de veículos

Redação


A partir da próxima segunda-feira (10), a via lenta da Avenida República Argentina sentido Centro de Curitiba, entre as ruas Maranhão e Engenheiro Niepce da Silva, no Portão, será totalmente bloqueada para o trânsito de veículos por 30 dias.

A interrupção será necessária para a construção da pista compartilhada local na estação-tubo Carlos Dietzch, uma das 26 paradas de ônibus que estão sendo requalificadas para permitir a extensão do itinerário do Ligeirão Norte-Sul, entre os terminais Santa Cândida e Pinheirinho.

Durante as obras, os motoristas devem acessar a Rua Augusto de Mari, para chegar à via rápida sentido Centro. Na Rua Maranhão haverá bloqueio parcial para impedir o acesso à República Argentina na quadra bloqueada. Agentes de trânsito estarão no local a partir das 9h de segunda-feira (10) para orientação do tráfego.

Divulgação/Prefeitura de Curitiba

A requalificação nas estações-tubo de Curitiba inclui o desalinhamento, remodelação das paradas e alargamento da via para permitir a ultrapassagem de ônibus. A melhoria implicará em redução do tempo de viagem.

Depois da conclusão de toda a intervenção, que acontece em um trecho de 7 quilômetros, entre a Praça do Japão, no Água Verde, até o Terminal Pinheirinho, o tempo de viagem que hoje é de 66 minutos será feito em 50 minutos.

As obras são coordenadas pela Secretaria Municipal de Obras Públicas. Além do desalinhamento das estações-tubo, os serviços para extensão do Ligeirão Norte-Sul incluem a parte de pavimentação das pistas lentas e implantação de novo calçamento, novo sistema de iluminação e paisagismo e implantação de faixa compartilhada para ciclistas.

Os trechos não alcançados pelas intervenções de requalificação das estações-tubo foram contemplados com a requalificação do asfalto. São 5.103 metros de novo asfalto já executados em diferentes pontos da República Argentina.

A obra está sendo feita em lotes e 12 estações-tubo já foram remodeladas e colocadas novamente em operação: Dom Pedro I, José Bettega, Ouro Verde, Morretes, Hospital do Trabalhador e Silva Jardim, todas nos dois sentidos da via.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="816094" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]