Viatura da PM envolvida em acidente com quatro mortes estava a 138 km/h, aponta laudo

De acordo com um laudo do Instituto de Criminalística do Paraná, divulgado nesta segunda-feira (22), a viatura da Políci..

Francielly Azevedo - 22 de outubro de 2018, 22:00

Foto: Vanessa Fernandes / CBN Curitiba
Foto: Vanessa Fernandes / CBN Curitiba

De acordo com um laudo do Instituto de Criminalística do Paraná, divulgado nesta segunda-feira (22), a viatura da Polícia Militar, que se envolveu em um acidente com quatro mortes na Linha Verde, em Curitiba, estava a 138 km/h antes da batida. No dia 31 de julho, quatro mulheres morreram após serem atropeladas pelo carro em um ponto de ônibus. Duas delas, uma de 29 e outra de 67 anos, morreram na hora com o impacto do acidente.

Os dois policiais que estavam na viatura e outro motorista, envolvido no acidente, tiveram ferimentos leves. Em depoimento, os policiais afirmaram que atendiam uma ocorrência e a sirene e o giroflex estavam ligados, no entanto, as investigações apontaram que a informação era falsa.

O policial que dirigia a viatura deve ser indiciado por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar. Já o passageiro deve responder por falso testemunho, por ter afirmado que eles atendiam uma ocorrência durante a batida.

Uma coletiva de imprensa com o delegado-titular da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), Vinicius Augustus de Carvalho, está agendada para a manhã desta terça-feira (23) para dar mais detalhes sobre o laudo.

https://youtu.be/goSUmY2axko

À época do acidente, a PM afirmou, por meio de nota que não compactua com desvios de conduta de seus integrantes e, se ficar comprovada alguma irregularidade ou desvio de conduta dos policiais, respeitados os princípios da ampla defesa e do contraditório, os policiais militares serão responsabilizados dentro do rigor da lei.