VÍDEO: Veja o acidente entre carro e moto que arrastou homem por 20 metros em Curitiba

Redação

acidente moto carro curitiba mercês

A Polícia Civil do Paraná divulgou na tarde desta quarta-feira (26) o vídeo do acidente entre um carro e uma moto que resultou na morte do motoqueiro de 44 anos. O homem estava trabalhando como entregador de pizzas quando foi atingido por um veículo e arrastado por 20 metros. A colisão aconteceu no cruzamento da Rua Brigadeiro Franco com a Júlia Wanderley, no bairro Mercês, em Curitiba, na noite de ontem.

Segundo a PM-PR (Polícia Militar do Paraná), o homem sofreu múltiplas fraturas e faleceu no local. Além disso, a equipe do Corpo de Bombeiros precisou pedir apoio de uma equipe policial porque testemunhas do acidente queriam agredir o condutor do veículo.

Veja o vídeo do acidente em Curitiba divulgado pela polícia:

MOTOQUEIRO QUE ULTRAPASSOU O SINAL VERMELHO, DIZ MOTORISTA DO CARRO

“O condutor do veículo foi conduzido até a unidade policial, prestou as devidas declarações e afirmou que teria passado no sinal amarelo e que provavelmente o condutor da motocicleta teria invadido o sinal vermelho, fato que ocasionou a colisão”, disse o delegado Edgar Santana, da PCPR.

De acordo com ele, as imagens já foram remetidas ao Instituto de Criminalística para que se verifique de fato quem avançou o sinal vermelho.

“Estamos também diligenciando também no sentido de encontrar eventuais testemunhas do fato para que a gente possa concluir o inquérito policial em um curto espaço de tempo”, completou o delegado responsável pelo caso.

ACIDENTE NO BAIRRO MERCÊS GERA COMOÇÃO ENTRE MOTOQUEIROS EM CURITIBA

O vídeo de uma pessoa, que supostamente seria o motorista que causou o acidente, xingando o motoboy no local do acidente, no bairro Mercês, causou revolta na categoria. “Acho que aquele fil** da p** está morto”, diz uma pessoa após apontar a câmera para o homem, que estava no asfalto.

Algumas horas depois do acidente que vitimou um motociclista, amigos e colegas de trabalho se reuniram na cruz do bairro Pilarzinho, local onde realizaram uma corrente de oração e seguiram em comboio até o bairro Mercês.

“O protesto é em prol do nosso irmão, o Samuel, que acabou falecendo por uma imprudência de um rapaz que dirigia acima de 80 km/h em uma via de 60 km/h e acabou, infelizmente, matando nosso amigo”, disse um participante do protesto.

Previous ArticleNext Article