37 vítimas de cartomantes de Curitiba são ouvidas pela Justiça

Lorena Pelanda


As 37 vítimas de três cartomantes de Curitiba começaram a prestar depoimento nesta quarta-feira (22). Essa é a primeira audiência do caso.

Os clientes alegam que teriam sido vítimas de um golpe aplicado por uma clínica espiritual que funcionava no bairro Batel, um dos mais nobres de Curitiba. O crime teria sido praticado entre 2005 e 2013.

A denúncia partiu de um casal que pagou R$ 380 mil para uma suposta vidente da clínica. Algumas consultas chegaram a ser filmadas e mostraram o golpe.

Uma outra vítima teria perdido R$ 95 mil, para desfazer um “trabalho” espiritual. O dinheiro teria saído da venda de um apartamento da própria cliente.

De acordo com o Ministério Público, elas se passavam por videntes e tarólogas, mas na verdade eram estelionatárias.

Em 2013, uma mulher e o marido dela chegaram a ser presos durante uma operação da Delegacia de Estelionato, mas foram soltos semanas depois após pagar fiança.

Previous ArticleNext Article
Lorena Pelanda
Coordenadora de jornalismo da rádio BandNews FM Curitiba
[post_explorer post_id="547238" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]