Vítimas e sobreviventes do acidente na BR-376, em Guaratuba, chegam ao Pará

Redação

ônibus motorista acidente br-376 paraná guaratuba

Sobreviventes, familiares e 18 corpos das pessoas que morreram no acidente da BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, chegaram a Belém, capital do Pará, na madrugada desta quinta-feira (28).

Conforme a SESP-PR (Secretaria de Segurança Pública do Paraná), o avião fretado decolou do aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, por volta das 21h de ontem.

A única vítima fatal no acidente que não foi transportada para o Pará foi a criança Carlos Henrique Da Silva Teixeira. Ele foi para a São José, em Santa Catarina, cidade onde os pais moram.

Todos os corpos foram identificados no Paraná. 16 deles foram identificados na necropapiloscopia. Os três outros corpos foram identificados com exames de DNA.

O transporte das vítimas foi feito em seis carros funerários, que tiveram escolta organizada pela SESP.

POLÍCIA INVESTIGA ACIDENTE DA BR-376, EM GUARATUBA

O acidente em Guaratuba que deixou 19 mortos e 33 feridos segue sendo investigado pela Polícia Civil. O processo está sob responsabilidade da Dedetran (Delegacia de Delitos de Trânsito de Curitiba), que segue ouvindo testemunhas e coletando elementos antes de concluir o inquérito.

Em depoimento, o motorista do ônibus alegou que perdeu o controle dos freios e que não pôde entrar em uma área de escape. Já alguns sobreviventes disseram que o condutor dirigiu de forma imprudente. Além disso, a polícia já teve acesso às imagens das câmeras de monitoramento da BR-376.

Mais de 50 pessoas estavam no ônibus que saiu do Pará em direção a Balneário Camboriú, no litoral de Santa Catarina.

Previous ArticleNext Article