Coluna Social
Compartilhar

26ª edição do Festival de Curitiba inicia a venda de ingressos nesta terça

Com mais de 350 atrações, o evento oferece a praticidade da compra online e por aplicativo.O Festival de Curitiba..

Ruy Barrozo - 22 de fevereiro de 2017, 02:03

Com mais de 350 atrações, o evento oferece a praticidade da compra online e por aplicativo.

O Festival de Curitiba chega à 26ª edição de 28 de março a 9 de abril com grandes nomes da artes brasileiras em cena. Esse ano, o público terá a comodidade de adquirir seus ingressos online e pelo aplicativo “Festival de Curitiba 2017”.

Nelson RodriguesFTC2017_foto Sanny Soares

A atriz Fernanda Montenegro é a convidada para abrir o Festival no ano que Fernanda Torres, Andrea Beltrão, Camila Pitanga, Caio Blat, Débora Bloch, Eduardo Moscovis, Júlia Lemmertz e Marcelo Serrado também subirão aos palcos do Festival com seus trabalhos atuais.

Das 38 atrações da Mostra, três são internacionais – Moçambique, Olympia e O Que Podemos Dizer do Pierre - e 8 estreias nacionais: Blank, Eu Sou,  show de Gaby Amarantos, Louca Pelo Cheiro do Mar e os cinco espetáculos que integram a II Curitiba Mostra.

Além de Gaby Amarantos, Mart’nália apresenta seu novo show “+Misturado”.

A bilheteria oficial está no ParkShopping Barigüi e os ingressos também podem ser comprados no site do Festival www.festivaldecuritiba.com.br e no aplicativo “Festival de Curitiba 2017”, a partir desta terça-feira.

O Festival de Curitiba de 2017 receberá também o Movva, com apresentações de 5 atrações de dança.

Nove espetáculos da Mostra serão gratuitos: os cinco que compõem a Curitiba Mostra e aqueles com apresentações em praças da cidade: Próspero e os Orixás, Nossa Senhora , O Campeonato Interdrag de Gaymada e Involuntários da Pátria.

A II Curitiba Mostra reúne, mais uma vez, diversos artistas da cidade de CWB em espetáculos e performances inéditas e gratuitas, articulados pelos atores e diretores Nena Inoue e Gabriel Machado, idealizadores do projeto.

Além dos espetáculos, performances, intervenções e dos dois shows musicais, a programação inclui ainda uma série de ações, oficinas, conversas após as peças, encontro de crítica e curadoria e outras atividades de estimulo à formação do pensamento, às trocas entre artistas e entre artistas e público.

Entre os convidados dos encontros está o diretor José Celso Martinez Corrêa, que conversa com o público no dia 4 de abril.

O mote da curadoria, feita pelo segundo ano pelos atores e diretores Guilherme Weber e Marcio Abreu, é “só me interessa o que não é meu”, frase retirada do Manifesto Antropofágico, de Oswald de Andrade.

“O Brasil que se mostra em Curitiba, nesta edição, se reflete e se transfigura no repertório de algumas das maiores atrizes e criadoras brasileiras, também uma espécie de edição do Matriarcado defendido por Oswald, ousado e feminino”, explicam os curadores.

Fringe

O Fringe, recorte do festival com participação livre, sem curadoria, e que completa agora 20 edições, terá 11 mostras especiais – uma delas portuguesa, com 5 espetáculos.

Ao todo, são 303 montagens em cartaz, 45 delas com apresentações de rua.

No total, serão 66 espetáculos grátis no Fringe.

O público poderá pagar o que quiser para assistir em 41 atrações, no conceito “pague quanto vale”, lançado ano passado pelo Ave Lola Espaço de Criação.

Os eventos simultâneos completam o leque de atrações do Festival: Gastronomix - com atrações gastronômicas -, MishMash - uma programação para a família -, o Guritiba - com espetáculos voltados para o público infantil - e o Risorama - com apresentações de stand up comedy.

O Guritiba traz os projetos sociais Olhar Atento, Teatro Portátil e Buzum que serão apresentados em instituições beneficentes para crianças.

E também terá uma divertida feira de ciências, a Xperience.ruy.barrozo