Coluna Social
Compartilhar

Formação

Os servidores, organizados em quatro turmas, terão dois encontros por semana.As aulas começam em 3 de abril e abo..

Ruy Barrozo - 30 de março de 2018, 17:18

Os servidores, organizados em quatro turmas, terão dois encontros por semana.

As aulas começam em 3 de abril e abordarão temas como a política nacional para a população em situação de rua, os direitos previstos pela legislação para essa população, entre outros.

O objetivo da iniciativa é qualificar o atendimento prestado pelos trabalhadores da FAS e de entidades sociais vinculadas ao município.

O procurador de Justiça e coordenador do CAOP de Proteção aos Direitos Humanos, Olympio de Sá Sotto Maior Neto, destaca a importância das parcerias estabelecidas pelo Ministério Público com os demais órgãos governamentais para a formulação e execução das políticas públicas voltadas à efetivação dos direitos humanos de segmentos sociais historicamente excluídos e invisíveis, como é o caso da população em situação de rua.

“A qualificação contínua e específica dos servidores para o atendimento dessa população vulnerável, que é alvo frequente de violências e discriminações, é uma forma de garantir a prestação adequada e eficaz deste serviço público especializado”, destacou.

A promotora de Justiça e coordenadora do Núcleo de Promoção dos Direitos da População em Situação de Rua, Ana Paula Pina Gaio, destaca que a ação em parceria com o Estado do Paraná e seus Municípios amplia a eficiência na execução da política nacional da população em situação de rua, uma vez que reúne esforços de diversos setores para o atendimento a esta população.

“A formação visa tanto à qualificação do trabalho prestado nos serviços de atendimento aos usuários da política de assistência social, em especial, a população em situação de rua, considerando suas especificidades, como também a redução dos casos de violação de direitos humanos praticados e muitas vezes denunciados ao MPPR”, avaliou.