Coluna Social
Compartilhar

Novidade

Na contramão dos bazares tradicionais, o Barkello Confraterniza vem com uma proposta diferente.Cansadas do format..

Ruy Barrozo - 08 de novembro de 2016, 02:07

Na contramão dos bazares tradicionais, o Barkello Confraterniza vem com uma proposta diferente.

Cansadas do formato dos bazares em CWB, as primas Lucilla Bark e Jéssica Mello oferecem uma proposta inédita tanto para os expositores, como para seus clientes.

O Barkello Confraterniza está em sua segunda edição.

A experiência da primeira foi tão boa que a pedidos de amigos e clientes o novo evento será nesse sábado, em uma residência no bairro Jardim das Américas.

O objetivo do Barkello é oferecer aos expositores uma estrutura sem cobrar absurdos na hora de participar e aos clientes experiências de degustação, música, ambiente aconchegante e nada de empurra-empurra e pressão de compras.

De acordo com a organizadora Jéssica Mello, “Nós identificamos que havia muita tensão nos bazares que participamos, tanto dos organizadores, expositores e clientes. Pois os investimentos quanto aos expositores é sempre alto, sem garantia de retorno. Os organizadores prometem público, mas nem sempre é o que acontece e acabam muitas vezes tendo que administrar gente descontente. E para os clientes a experiência de ser atacado por milhares de expositores é totalmente desconfortável”.

Os diferenciais do Barkello Confraterniza começam em que as organizadoras são expositoras, logo elas não lucram absolutamente nada com o bazar, ambas irão expor e caso tenham lucro será pelas vendas.

Para os expositores é cobrada uma taxa simbólica apenas para cobrir custos de divulgação e aluguel de toalhas.

Cada expositor deve ceder espumantes ou sucos como condição de participação ou se for expositor de alimentos e bebidas, pode também oferecer degustação de seus produtos como pagamento.

As Artes de posts, flyers e todo o material gráfico do Bazar é feito sem custo.

O espaço também é doado, não há valor de aluguel, a estrutura oferecida é aconchegante, há espaços para os clientes sentarem, ficarem conversando enquanto desfrutam das opções oferecidas, tanto as gratuitas quanto as pagas. E as artes do Designer também são doadas.

O Barkello também possui outro diferencial imposto pela organização do evento. O Limite de preço. “Nós já participamos de bazar que as expositoras também não colaboravam com a organização, estavam vendendo tudo mais caro do que em shopping e depois iam reclamar no final do evento que não venderam nada. Para evitar essa fadiga e realmente honrar a palavra Bazar, nós estipulamos que as expositoras deveriam encaixar seus produtos em 3 categorias de preço, até R$ 19,90, até R$ 49,90 e até R$79,90, não mais que isso. Nós deixamos claro que se nós identificarmos produtos muito fora na realidade, faremos intervenção” completa Lucilla.

O Barkello Confraterniza não cobra entrada, oferece sorteios, mima seus clientes, cria laços de amizade entre as expositoras e deixa bem claro, caso ninguém venda nada, o importante é se divertir.ruy.barrozo