Coluna Social
Compartilhar

RB| A era digital do EstaR: como utilizar o aplicativo do estacionamento nas ruas de CWB que começa a vigorar em definitivo neste domingo 5-9- 2020

Pelo aplicativo oficial Meu EstaR o motorista poderá utilizar estacionamento fracionado e ainda prorrogar o período dire..

Ruy Barrozo - 10 de maio de 2020, 00:21

Pelo aplicativo oficial Meu EstaR o motorista poderá utilizar estacionamento fracionado e ainda prorrogar o período diretamente pelo app.

A era digital do Estar em CWB entra em vigor em definitivo neste domingo, e isso significa que os motoristas terão que se adequar às novas regras.

Na prática, os bloquinhos de papel serão substituídos de uma vez por todas por um Estar completamente digital, adquirido através de um aplicativo de celular ou em estabelecimentos conveniados.

Até agora o uso do app estava sendo alternado junto com o bloquinho.

Meu EstaR, aplicativo oficial do EstaR Eletrônico, já está sendo baixado pelos cidadãos e segue disponível gratuitamente em versão Androide e IOS.

Segundo André Pepino, diretor executivo da ioMob empresa curitibana que desenvolveu o app, essa nova era significa praticidade.

“A capital paranaense vai ganhar muito com essa atualização de serviço. Além de ter a facilidade de comprar o EstaR em um clique, o usuário ainda terá acesso a novos formatos, como a utilização fracionada de apenas 15 minutos de estacionamento”, explica André.

Essa utilização fracionada só será possível graças a este novo formato.

Durante o uso, o motorista seleciona o seu cartão de 1 hora, mas se ele utilizar a vaga por 30 minutos, por exemplo, consegue sinalizar isso pelo app e ficar com o crédito da meia hora que sobrou.

O próprio aplicativo ainda emitirá notificações avisando sobre o tempo restante do estacionamento, dando a possibilidade de prorrogação do cartão caso a vaga permita mais uma hora.

“Outra grande vantagem é poder prorrogar o estacionamento sem ter que ir até o local. Mais uma vez é a tecnologia e um clique trazendo a praticidade para as tarefas do nosso dia a dia”, comenta o diretor da ioMob.