Coluna Social
Compartilhar

RB| Caso de polícia

O presidente da Federação de Skate do Paraná - FSP está afastado das funções liminarmente a pedido do Ministério Público..

Ruy Barrozo - 10 de setembro de 2018, 00:04

O presidente da Federação de Skate do Paraná - FSP está afastado das funções liminarmente a pedido do Ministério Público do Paraná.

O MPPR, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos de Curitiba, apresentou denúncia criminal contra ele pela prática do crime de exploração sexual.

Segundo a denúncia, foram identificadas três vítimas (adolescentes de 15 a 17 anos), mas não está descartada a possibilidade de outros casos.

Conforme apurado pela Promotoria, o acusado atraía os jovens com a promessa de benefícios materiais, como peças de skate.

No momento da retirada dos equipamentos, condicionava a entrega das peças à realização de atos sexuais.

Os crimes teriam sido praticados na sede da Federação, à época dos fatos no bairro Tarumã, na capital. 

Perícia 

Além de afastado cautelarmente de suas atividades na FSP, conforme a liminar, o acusado deve “abster-se de exercer qualquer função ou atividade ligada à Federação, estando, ainda, proibido de adentrar as sedes da referida agremiação e instituições filiadas, campeonatos esportivos, estabelecimentos recreativos ou quaisquer eventos voltados ao público infanto-juvenil”.

Também foi cumprido nesta semana mandado de busca e apreensão na sede da Federação, sendo apreendidos equipamentos eletrônicos que serão submetidos à perícia.

A Promotoria está à disposição para receber denúncias - Avenida Iguaçu, 750, no bairro Rebouças, telefone 41-3223-6264.