Coluna Social
Compartilhar

RB| Justiça

Ministério Público do Paraná sedia nesta quinta-feira debate sobre direitos dos povos indígenas em mobilização nacional ..

Ruy Barrozo - 31 de janeiro de 2019, 11:24

Ministério Público do Paraná sedia nesta quinta-feira debate sobre direitos dos povos indígenas em mobilização nacional sobre o tema.

Acontece nesta quinta-feira, às 14 horas, na sede do Ministério Público do Paraná, em CWB, uma mesa de diálogo sobre os direitos dos povos indígenas no país, com foco especial para a situação no Estado do Paraná.

A iniciativa, coordenada pelo Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção aos Direitos Humanos, do MPPR, e pela Articulação dos Povos Indígenas da Região Sul - ARPIN Sul e Articulação dos Povos Indígenas do Brasil APIB, integra mobilização nacional relacionada à defesa dos direitos constitucionais estabelecidos para a população indígena.

O evento acontece após ato que será realizado, no período da manhã, na Praça Santos Andrade, na capital, também como parte das atividades da campanha nacional.

Na mesa de diálogo, que é aberta à participação do público e pretende reunir lideranças de diferentes etnias do estado, representantes de organizações não governamentais e dos poderes públicos estadual e municipais, discutirá estratégias de atuação frente ao que as comunidades indígenas consideram como os principais desafios existentes na atualidade.

Programação

Durante todo o mês de janeiro, diversas atividades estão sendo realizadas no Estado do Paraná e em todo o país como parte de mobilizações pelos direitos indígenas.

A campanha nacional “Sangue Indígena, nenhuma gota a mais!” é coordenada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil APIB, entidade que reúne as seguintes organizações regionais: Articulação dos Povos Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo APOINME, Conselho do Povo Terena, Articulação dos Povos Indígenas do Sudeste ARPINSUDESTE, Articulação dos Povos Indígenas do Sul ARPINSUL, Grande Assembléia do povo Guarani ATY GUASU, Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira COIAB e Comissão Guarani Yvyrupa.

Entre as principais demandas existentes estão a implementação dos direitos indígenas previstos na Constituição Federal, especialmente a demarcação das terras e o combate à violência.