Coluna Social
Compartilhar

RB Temporada de verão

ONG Parceiros do Mar apoia Corpo de Bombeiros no "Surf Salva" e 1º "SUP Salva" do litoral paranaense.Serão três c..

Ruy Barrozo - 20 de janeiro de 2017, 18:19

ONG Parceiros do Mar apoia Corpo de Bombeiros no "Surf Salva" e 1º "SUP Salva" do litoral paranaense.

foto geral_salvasurf

Serão três cursos, dois com pranchas de surf e um com pranchas de SUP, que têm o objetivo de treinar surfistas e formar colaboradores no combate a afogamentos.

Durante os meses de janeiro e fevereiro, o 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros, com apoio da ONG Parceiros do Mar, realizará curso de capacitação do projeto “Surf Salva”, no litoral paranaense.

Esta iniciativa acontece desde 2005, organizada pela corporação, que ganhou investimento e reforços da ONG a partir de 2013.

fotos geral salvasurf2

O objetivo é aproveitar a temporada de verão para desenvolver nos surfistas locais capacitação em salvamento de afogamento e primeiros socorros, possibilitando que eles ajam em prol da segurança dos banhistas, uma vez que estão sempre na praia para praticar seu esporte.

A novidade deste ano é a capacitação dos praticantes de SUP – Stand UP Padle, modalidade variante do surf, que vem crescendo em popularidade, na qual o praticante em pé, numa prancha, usa um remo para se mover através da água.

“Há três anos apoiamos o Corpo de Bombeiros na capacitação dos surfistas durante a temporada de verão, com muito sucesso. As turmas lotam rapidamente, a procura é grande e a cada ano temos mais edições sendo realizadas. É muito importante sabermos que além da proteção do Corpo de Bombeiros, estamos sendo protegidos por surfistas que estão na água mesmo em épocas em que as praias estão mais vazias”, comenta Lucile Turra, presidente da ONG Parceiros do Mar, fundada a partir do falecimento de Renata Turra Grechinski, vítima de afogamento na Barra do Saí/Coroados/PR.

A previsão é de abertura de um total de 75 vagas para a capacitação, divididas nos municípios de Guaratuba e Paranaguá - Continente e Ilha do Mel.

A carga horária será de 24 horas-aula para cada turma, sendo as atividades diversificadas entre práticas e teóricas.

Dentre os temas que serão abordados, estão a ambientação em meio líquido, resgate com pranchas, manobras de desobstrução de vias aéreas e reanimação cardiopulmonar.ruy.barrozo