Coluna Social
Compartilhar

RB Yotube

Youtubers Nah Cardoso e João Guilherme se unem em Live do Bem.Objetivo é arrecadar verba através de cotas de patr..

Ruy Barrozo - 05 de dezembro de 2017, 21:12

Youtubers Nah Cardoso e João Guilherme se unem em Live do Bem.

Objetivo é arrecadar verba através de cotas de patrocínio e de um sistema de ligação a cobrar para o maior centro hospitalar pediátrico do Brasil, o Pequeno Príncipe.

327590_753883_image002_web_

Nesta terça-feira, João Guilherme e Nah Cardoso estarão juntos em um projeto inédito.

Durante 12 horas de transmissão ininterruptas nos seus respectivos canais do Youtube, simultaneamente, os anfitriões comandarão a 1ª Live do Bem – Conectando Corações - em prol do Complexo Pequeno Príncipe.

Conhecido por ser o maior centro hospitalar pediátrico do Brasil, o Pequeno Príncipe é uma instituição filantrópica e necessita de visibilidade e recursos para continuar operando com excelência.

O projeto Conectando Corações nasceu da união de ideias de Nah Cardoso e João Guilherme, madrinha e padrinho do centro hospitalar.

Além dos hosts, diversos convidados participarão ao vivo da Live e diversas ativações serão feitas.

O objetivo é arrecadar verba através de cotas de patrocínio e de um sistema de ligação a cobrar.

João Guilherme e Nah Cardoso e seus convidados irão atender expectadores ao telefone.

Estas chamadas são cobradas por minuto e todo dinheiro arrecadado será revertido para o hospital.

Bibi Tattoo, Bruna Louise, Camila Loures, Erick Mafra, Fernanda Concon, Fiu, Gabi Luthai, Gabriela Pugliesi, Hugo Gloss, Julio Cocielo, Leo Picon, Pyong Lee, Sofia Oliveira, Taciele Alcolea, Tatá Estanieck, Christian Figueiredo, Gustavo Miotto, Lucas Lucco, Rezende, Fernanda Souza, Larissa Manoela, Maísa, Claudia Leitte, Marcela Sampaio, Anitta, Kefera, Luan Santana, Foquinha e outros grandes nomes da internet, da televisão e da música, estarão juntos à João Guilherme e Nah Cardoso nessa corrente do bem.

O Pequeno Príncipe é o maior hospital pediátrico do Brasil.

A instituição, localizada em CWB, disponibiliza 70% de sua capacidade ao SUS e realiza por ano mais de 300 mil atendimentos a crianças e adolescentes de todo país.

Com quase 100 anos de história dedicados a saúde infanto-juvenil, o complexo atende pacientes em 32 especialidades médicas e realiza, por ano, cerca de 20 mil cirurgias, incluindo transplantes de coração, rim, fígado e medula óssea.

Entre 2010 e 2016, foram fechados 10.100 leitos em pediatria no Brasil.

A dívida de hospitais filantrópicos e Santas Casas, no segundo semestre de 2016, chegou aos R$ 22 bilhões.

Atualmente, cerca de 75% da população brasileira depende, exclusivamente, do SUS para atendimento médico e apenas 25% do total dos recursos investidos vai para o SUS.

As instituições filantrópicas de saúde, como o Pequeno Príncipe, são responsáveis por, aproximadamente, metade dos atendimentos de pacientes do SUS.ruy.barrozo