Athletico busca técnicos após saída de Valentim; veja nomes

O Athletico procura o novo técnico para substituir Alberto Valentim com um leque vasto de opções. Veja alguns dos nomes para assumir o Furacão.

Vinicius Cordeiro - 11 de abril de 2022, 17:29

(Geraldo Bubniak/AGB)
(Geraldo Bubniak/AGB)

A saída de Alberto Valentim deixou o cargo de técnico do Athletico em aberto. O Furacão vai trabalhar dobrado, mais uma vez, durante a temporada para substituir um treinador. O processo é de praxe nos últimos anos. 

Os primeiros nomes especulados, ainda na noite de domingo, foram de Mano Menezes, que tem ótima relação com Alexandre Mattos, e Marquinhos Santos, demitido do América após a estreia no Brasileirão (assim como houve com Valentim). 

Nesta segunda-feira, Sylvinho se tornou a bola da vez. Muito bem quisto pelos profissionais do meio (já foi elogiadíssimo por Ronaldo Fênomeno, entre outros), o jovem treinador foi muito questionado pela torcida do Corinthians.

Teria uma ótima oportunidade ao comandar o melhor elenco do Athletico. Com ideias interessantes, é um nome que foge dos padrões comuns do futebol brasileiro. Opção com cara de Athletico.

Outro nome ventilado é de Diego Aguirre. O uruguaio foi injustiçado no São Paulo, onde teve o melhor trabalho no Brasil. Contudo, foram decepcionantes as passagens por Internacional e Atlético-MG.

Vale ressaltar ainda que o Rubro-Negro procurou Cuca. O atual campeão do Brasileirão e da Copa do Brasil certamente ficou balançado com a oferta, mas a expectativa por assumir a vaga de Tite na seleção brasileira é um objetivo muito claro.

O paranaense visa a amarelinha, e o risco de ter um trabalho questionado no Athletico poderia pesar para a CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

PALPITEIROS E CORNETEIROS NÃO TÊM VOZ NO ATHLETICO

Como é natural, a torcida rubro-negra expõe opinião na internet sobre qualquer nome levantado pelos jornalistas.

Mario Celso Petraglia fez um desabafo no Facebook para criticar os torcedores, afirmando que todos se tornaram especialistas em treinadores. 

O presidente do Athletico falou, em entrevista à Rádio Transamérica, que as críticas sobre Alberto Valentim era uma forma de chama-lo de burro indiretamente.

Não bastou a derrota na Recopa e nem a eliminação no Paranaense. Precisou de uma goleada vexatória no início do Brasileirão para mostrar a diferença do nível do elenco para o então treinador. Que o elenco não comprou o trabalho do gestor do grupo.

Na ocasião, Petraglia ainda afirmou que o Athletico é administrado de dentro para fora. Bem, parece óbvio que Valentim teve muito desgaste interno com tantas atuações ruins da equipe, a ponto da saída ser inevitável.

Contudo, é de se ressaltar: Alberto Valentim segue muito admirado pela torcida do Athletico por tudo que fez dentro das quatro linhas e pelo carinho que demonstra ao clube.