Coluna Social
Compartilhar

RB Agricultura

Instituto Agronômico do Paraná desenvolve tecnologias para incrementar a cafeicultura no Estado.Cultivares de caf..

Ruy Barrozo - 29 de agosto de 2016, 16:08

Instituto Agronômico do Paraná desenvolve tecnologias para incrementar a cafeicultura no Estado.

ANÚNCIO

!cid_f4556a89badb3a87858793137e16608d5ff17b12@zimbra

Cultivares de café do IAPAR elevam produtividade e qualidade do produto e contribuem para a sustentabilidade do setor cafeeiro.

O Estado do Paraná produziu em uma safra mais de 21 milhões de sacas de café de 60 kg na década de 1960, com produtividade de aproximadamente 13 sacas por hectare.

No entanto, o parque cafeeiro paranaense foi drasticamente reduzido a partir da década de 1970 em decorrência de fatores climáticos que afetaram expressivamente a produção, como geadas, o que motivou a erradicação de áreas do café, substituídas pelo cultivo de soja e trigo, entre outros.

ANÚNCIO

Em 2016, o Paraná será o sexto maior estado produtor, com 1,116 milhão de sacas de café, em uma área de produção de 47,3 mil hectares com produtividade de 23,6 sacas por hectare.

Em 2014 a sua produção foi bastante reduzida para 557 mil sacas devido a geadas ocorridas em 2013.

E, em 2015, a produção de café no Estado iniciou retomada do crescimento, com uma produção de 1,29 milhão de sacas.

Para retomar a expressividade da cafeicultura no Estado, o Instituto Agronômico do Paraná – IAPAR vem desenvolvendo cultivares de café que contribuem para essa recuperação com crescentes níveis de produtividade, qualidade do café e, consequentemente, competitividade do setor.ruy.barrozo