RB| Data comemorativa

Ruy Barrozo

‘‘Região Heróis da Lapa’’comemora 127 anos.

Em meio ao esforço humanitário de acolhida aos refugiados venezuelanos, 5a Região Militar celebra aniversário com solenidade no Forte Pinheirinho.

A 5ª Região Militar celebra o 127º aniversário nesta segunda-feira.

A solenidade comemorativa aconteceu na última sexta-feira.


O evento reuniu autoridades civis e militares no Forte Pinheirinho.

Origens

As raízes da “Região Heróis da Lapa” estão no período de nascimento do Brasil República, que viria a ensaiar seus primeiros passos em 1889.

À época, havia acirradas disputas entre federalistas e confederados e os monarquistas radicais ainda se faziam presentes, colocando em risco a integridade nacional.

Neste cenário conturbado, criou-se, em 2 de julho de 1891, o 5º Distrito Militar, abrangendo as tropas sediadas no Paraná e em Santa Catarina.

Logo recebeu seu batismo de fogo na Revolução Federalista de 1893, quando protagonizou um dos mais grandiosos episódios da história da pátria: o “Cerco da Lapa”.

O General Antônio Ernesto Gomes Carneiro, à frente de militares e voluntários civis, defendeu valentemente a região lapiana durante 26 dias.

Possuía 639 homens contra mais de 3.000 adversários comandados por Gumercindo Saraiva.

Isto negou ao inimigo região capital de passagem durante a Revolução Federalista, impedindo a progressão dos revoltosos até a capital do país, então Rio de Janeiro.

Desta batalha, surgiu à frase lapidar do General Gomes Carneiro, pouco antes de morrer devido a ferimento de combate: “Há uma ordem só: resistência a todo transe”.

Além dele, o curitibano, Coronel do Exército e da Polícia Militar do Paraná, Cândido Dulcídio Pereira, destacou-se na mais ferrenha batalha do Cerco da Lapa, morrendo por ferimento em combate ao deter o avanço do inimigo.

Denominação Histórica

A 5ª Região Militar recebeu a denominação histórica de “Região Heróis da Lapa”, em 21 de julho de 1989.

Teve participação marcante e decisiva em vários outros momentos históricos do Brasil. Em 1945, a Força Expedicionária Brasileira contaria com a presença de expressivo contingente da 5ª RM na luta contra o nazifascismo.

Muitos morreram pela liberdade nos campos de batalha na Itália, destacando-se heróis da história militar brasileira, como o Capitão Thorio Benedro de Souza, os Tenentes Ary Rauen, Max Wolf Filho e o Sd Constantino Marochi, dentre outros.

Já na década de 1960, cerca de 1.000 militares da 5ª Região integraram o Batalhão Suez, em prol da paz mundial.

Este exemplo de dedicação é seguido até o presente, tendo enviado tropas de paz ao Haiti e, mais recentemente, para o esforço humanitário de acolhimento aos refugiados venezuelanos, no Norte do país.

5a RM hoje: “Há uma ordem só: servir”

Atualmente, a 5ª Região Militar provê sustentação de combate e vida administrativa a mais de 18.000 militares da ativa, 6.000 da reserva, 9.000 pensionistas e 20.000 dependentes, tendo sob sua responsabilidade 53 Organizações Militares, 20 Tiros de Guerra e 36 Delegacias do Serviço Militar.

Desta forma, a “Região Heróis da Lapa” dá suporte à vida do militar e a de sua família. Sua missão está voltada para o permanente apoio logístico, administrativo e territorial às unidades operacionais do Paraná e Santa Catarina.

Post anteriorPróximo post
Ruy Barrozo
RUY BARROZO Ruy Barrozo é jornalista e publicitário, diretor da empresa Ruy Barrozo Comunicação e Marketing e promoter de grandes eventos. É colunista online do Paraná Portal, da revista Diference e do jornal Indústria & Comércio.
Comentários de Facebook