Sem espetáculo, Coritiba lidera Série B por eficiência e teimosias de Morínigo

A primeira metade da Série B do Campeonato Brasileiro acabou para o Coritiba com mais um triunfo. A Ponte Preta foi a dé..

Vinicius Cordeiro - 18 de agosto de 2021, 08:00

Waguininho é um dos trunfos de Morínigo. (Divulgação/Coritiba)
Waguininho é um dos trunfos de Morínigo. (Divulgação/Coritiba)

A primeira metade da Série B do Campeonato Brasileiro acabou para o Coritiba com mais um triunfo. A Ponte Preta foi a décima equipe derrotada pelo clube do Alto da Glória, líder isolado. Mesmo se o CRB vencer o Operário nesta quarta, o time alagoano ficará a um ponto do Alviverde.

O Coxa de Gustavo Morínigo não é brilhante e não dá show, mas entrega confiança ao torcedor. O diferencial é a eficiência, sem igual na competição. É o único clube com mais de 60% de aproveitamento, o que garante a primeira colocação (também favorecido com a queda brusca do Náutico).

O comandante paraguaio tem tido resultado com algumas teimosias. Waguininho, muito criticado pela torcida em alguns momentos, foi bancado e é o vice-artilheiro do Coritiba com cinco gols na competição. Fica atrás do estupendo Léo Gamalho, com nove bolas na rede (um gol a cada dois jogos). Outro acerto do técnico foi a manutenção de Guilherme Biro na lateral-esquerda. O jovem foi improvisado e melhora a cada jogo.

A rodagem do elenco é excepcional para dar gás a Robinho e Rafinha. O elenco do Coritiba não é jovem e tem tido força o suficiente para evitar tropeços que eram comuns nas últimas temporadas.

No mais, não há tantas novidades das últimas rodadas. Henrique é jogador de Série A na Segundona. Willian Farias e Val encaixaram bem assim como o trio de ataque formado por Igor Paixão, Waguinho e o Ibra do Nordeste.

A vantagem do Coritiba é boa, dá confiança mas não dá para relaxar. Vasco com Lisca e o Cruzeiro com Vanderlei Luxemburgo devem crescer. Avaí, Goiás e CRB seguirão na cola. O principal desafio é não oscilar - o que a equipe conseguiu até agora na Série B mesmo diante de salários atrasados, a morte de Renato Follador e até mesmo surto de vírus.

Com a missão de defender a liderança até o fim da temporada, o Coritiba se prepara para encarar o Avaí. O jogo que abre a 20ª rodada, a primeira com a presença do VAR, está marcado para a próxima sexta-feira (20), às 19h, na Ressacada, em Florianópolis.